Entrevista, Darcísio Perondi - Amanhã o PMDB decide se fica independente na Câmara

ENTREVISTA
Darcisio Perondi, PMDB do RS

Que consequências terá o destempêro do ministro Cid Gomes na Câmara e seu posterior pedido de demissão ?
Se ele não caísse fora, o governo estaria sem base de apoio, hoje mesmo.

E com a demissão ?
Ontem, o colégio de vice-líderes pediu e o líder concordou com reunião que faremos amanhã de manhã para discutir o que fazer diante das gigantescas manifestações de domingo e que grau de liberdade precisamos ter em relação ao governo.

Como ?
Nos últimos dois anos do primeiro governo de Dilma, o líder Eduardo Cunha não participou das reuniões de líderes da base aliada. Queremos que isto volte a acontecer. Isto garantirá indcependência ao PMDB.

Os incidentes desta tarde com o ministro azedaram o ambiente entre o Congresso e o Planalto ?
Azedaram a ponto de ebulição.

A atitude do ministro foi algo individual, próprio da sua natureza destemperada, ou foi provocação do Planalto e do PT para tentar desmoralizar o Congresso ?
Ele não bate bem.

2 comentários:

Anônimo disse...

So um senão ao deputado e colega como medico não se pode expor paciente com qualquer doença em publico é falta de etica.
Talvez por estar a muitos anos fora do exercicio da medicina tenha esquecido.

Anônimo disse...

Está na hora de DIRMA/ASSINOU/SÓQUENÃOSABIA e o PT/3%/PÉTRUBRAIS irem lá, na Câmara Federal, e repetirem aquele famoso adágio collorido: NÃO ME DEIXEM SÓ!!!!!!!!