CVM acompanhará denúncia de manipulação do balanço da Petrobras

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou que vai acompanhar as informações e movimentações do mercado financeiro sobre o balanço da Petrobras do primeiro trimestre deste ano. Mas, por enquanto, não há nenhuma definição se o órgão regulador vai investigar uma possível manobra contábil utilizada pela petroleira, conforme divulgado na imprensa.

Especialistas acusam a empresa de contabilizar no lucro de R$ 5,3 bilhões a previsão de recebimento de R$ 1,3 bilhão de dívidas a serem pagas pela Eletrobras. O acordo para o pagamento, no entanto, só foi fechado no dia 7 de maio, depois de concluído o exercício do primeiro trimestre.



Questionada sobre o seu posicionamento em relação ao caso, a CVM informou apenas que "analisa as informações e movimentações envolvendo as companhias abertas, tomando as medidas cabíveis, quando necessário." A agência reguladora ainda destacou as regras previstas no pronunciamento 24, do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), que trata de eventos subsequentes ao do período do qual trata o balanço financeiro. O tema é regulado pela deliberação 593/09 da CVM.

3 comentários:

Anônimo disse...

Este balanço está que nem a cara de Lulla, é pura safadeza!

Anônimo disse...

Pô, mas essa corja não se emenda nem no caixão!!!

Anônimo disse...

AUDITORES não auditaram antes e nem estão auditando agora.

CVM tem que descredenciar auditores de antes e de agora da PETROBRAS, ou também para essa instituição a confiança irá cair.

Neste jeito quem irá comprar partes do capital de alguma empresa na bolsa brasileira?