RS é o segundo que mais oferta fará no leilão de geração de energia eólica

Os estados do Rio Grande do Norte e da Bahia lideram a oferta de geração eólica nos empreendimentos cadastrados para o Leilão A-3, com 3.100 MW e 2.471 MW, respectivamente, englobando 132 e 105 projetos. Em seguida, aparecem o Ceará com 91 projetos (2.246 MW) e o Rio Grande do Sul, com 93 projetos (2.089 MW).

Quinhentos e vinte e um projetos de geração de energia elétrica, totalizando 18.929 megawatts (MW), se cadastraram na Empresa de Pesquisa Energética (EPE) para participar do Leilão A-3, marcado para o dia 24 de julho. Os projetos ainda deverão ser habilitados para disputar o leilão, informou nesta segunda-feira (23) a assessoria de imprensa da EPE, vinculada ao Ministério de Minas e Energia.


Do total de empreendimentos cadastrados, 475 são de geração eólica (dos ventos), correspondendo a uma oferta de 11.476 MW. Há 18 usinas termelétricas a gás natural (6.648 MW), 13 termelétricas a biomassa (604 MW) e 15 pequenas centrais hidrelétricas (201 MW). (Fonte Revista Exame)

Um comentário:

Anônimo disse...

Em Rio Grande, no bairro Cassimo e Bolaxa tem usina eólica, mas onde estão as linhas de transmissão...??? as linhas de tramissão depende do sistema Eletrobrás...??? então será inútil criar mais usinas eólicas e termelétricas.