Queda forte da Bolsa de Xangai (-6,4%) e derretimento dos preços do petróleo, afligem os mercados nesta terça-feira

Londres, via WhatsApp

Ontem, quando encerrou o pregão em queda de 1,29%, o índice Dow Jones, Bolsa de Nova Iorque, já refletia o sentimento de que as coisas não andariam bem nesta terça-feira.
Hoje será dia de turbulência nos mercados - e não só de ações - diante da nova acentuada queda do preço do petróle, desta vez em 3,7%. O tipo Brent, cotado em US$ 29,38 o barril, mais a queda forte da Bolsa de Xangai, que fechou hoje em fortíssima queda de 6,4%, já influenciam as bolsas européias. Tóquio fechou com menos 2,4%.

Neste momento, manhã ensolarada, 10 graus em Londres, a Bolsa abriu em queda de 1,4%.

Mas há previsão de chuvas em Londres.

2 comentários:

Anônimo disse...

Petróleo ainda muito alto. Deve baixar mais.

Justiniano disse...


Esses dias um analista tremendo baba-ovo da Antassauro, disse que o barril até U$ 40 ainda era viável o pré-sal, isso se fosse uma petroleira saudável com superávit, mas não essa Petrobrás esgualepada.

Agora surgem noticias que a Esgualepada vai vender vários ativos para pagar as dividas.
Ué não era a Antassauro, que dizia que quem ia fazer isso era a oposição. O tempo é o senhor da razão.