A frase que os procuradores da Lava Jato não disseram em Curitiba

Lula e sua gente terá que se defender com o que está nos autos, mas tentam ganhar a batalha da opinião pública, mentindo como sempre.

Na foto ao lado, o procurador Dallagnol, com o PT na cabeça.

No seu discurso de ontem a noite, Lula insistiu numa frase que os procuradores do MPF não pronunciaram em Curitiba  ("Não temos provas, mas temos convicção") para mentir e atacar os procuradores da Lava Jato que o denunciaram como corrupto e pediram sua condenação e prisão. A frase foi depois repetida pela escumalha petista, viralizando nas redes sociais. Ela não foi dita ldurante a entrevista coletiva para a imprensa do Ministério Público Federal realizada na quarta-feira, 14, em Curitiba.

Sem provas, mas apenas com convicções, fica mais fácil defender-se, mas não é isto que acontece, porque as provas dos crimes de Lula são abundantes no processo. 

Os termos "provas" e "convicção" foram utilizados de modo diferente do que foi divulgado na internet durante a exposição dos procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzobon para anunciar a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e outras seis pessoas por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre a empulhação de Lula e do PT.

10 comentários:

Anônimo disse...

Opinião pública já perderam.

Emmanuel Carlos disse...

Pois é .... alguns colunistas parvos, que se dizem isentos - e famosos pela arrogância - já desceram a lenha nos Procuradores, nem tentar compreender quem era os alvos da entrevista. Na verdades, os Procuradores passaram a mensagem: "Nem se atrevam a defender o malandro, porque temos mais guardado ...e, o povão agora já sabe!".
Eu entendi bem a mensagem ... agora, tem gente que não viu ...

ARS disse...

Falsificação da história e da realidade são especialidades dos estalinistas.

Alberto disse...

PTralhada nojenta!

Anônimo disse...

A bandidagem segue o lema: Mintam, mintam. Acuse-os de fazerem o que vcs fazem.

Anônimo disse...

Os proprios concurseiros disseram q nao tinham provas cabais , sr escroque...

Anônimo disse...

Lula , que tem uma rica banca de advogados para defendê-lo , sabe muito bem o que significa a palavra convicção.
Os Procuradores do MPF têm CONVICCAO de que Lula é o chefe da quadrilha , pois dispõem de provas testemunhais , de delacoes premiadas, videos , provas documentais , gravações autorizadas, enfim provas robustas para chegar a essa conclusão e oferecer a denúncia. Neste caso, a palavra convicção nao é sinonimo de ilação, palpite, achismo. Lula distorce o significado da palavra para dar combustível a sua militância e mudar os ventos a seu favor, posando de vitima, como sempre fez !!!

Unknown disse...

A Arte de Mentir... livro que o mitômano Lulla vai escrever quando for "cidadão" recluso da República de Curitiba!!!

Anônimo disse...

Lamentavelmente, quando o MP bate no Lula (Deltan, principalmentr), aparece um proeminente blogueiro que se gaba dos 176 empregos para menosprezar o trabalho dos procuradores.
Na minha opinião, arrogância e vaidade. Querer ser o crítico de acoes do MP com uma penca de gente atuando ha meses, juntamente com outras instituições, é se creditar um pouco além do valor.

Anônimo disse...

Desespero da petralhada. Agora distorcem os pronunciamentos do MPF para tentar ganhar algum tempo.
Como muito bem colocou o anônimo das 13:05, o MPF é formado por profissionais preparados para caçar e denunciar bandidos, especialmente os de cor vermelha.