Senadores do Norte querem mudar projeto de repactuação das dívidas dos Estados

Ainda não há data para que o Senado vote o projeto que renegocia as dívidas dos Estados, mas há pressão dos governadores do Norte, Centro Oeste e do Nordeste para modificar o texto, o que obrigaria a novo exame por parte da Câmara. As três regiões possuem 60 dos 81 senadores e seus representantes no Senado querem vantagens, alegando que a boa parte dos seus Estados não deve tanto quanto os Estados do Sul e do Sudeste e alguns nem deve nada, o que significa que o projeto não contempla seus interesses.

O senador Agripino Maia, DEM do RN, foi direto ao ponto:

- O projeto premia Estados gastadores, desajustados financeiramente, mas não representam nada para nós.

O fato é que os Estados do Norte, Nordeste e Centro Oeste, agora, enfrentam situações difícilimas. 14 deles ameaçaram, esta semana, decretar estado de calamidade pública, pedindo ajuda ao governo, que negou.

4 comentários:

Anônimo disse...

São os políticos nordestinos que decidirão, são os que mandam e comandam, ou não viram o RENAN fez com a Constituição?

Anônimo disse...

ESPERTO ESSE AGRIPINO MAIA....O QUE ELE NÃO DISSE É QUE OS ESTADOS GASTADORES PAGAM JUROS EXTRATOSFÉRICOS À UNIÃO E ISSO BENEFICIA OS OUTROS ESTADOS...OU ONDE O GOVERNO FEDERAL CONSEGUIRIA JUROS TÃO ALTOS, ABUSIVOS?????

ESSE SENADOR É DEMAGOGO...O GOVERNO FEDERAL EMPRESTA E CONTROLA A TAXA DE JUROS....ASSIM É FÁCIL....VAMOS TAMBEÉM APROVEITAR E ACABAR COM OS BENEFÍCIOS PARA O NORTE E NORDESTE....JÁ É HORA DE COMEÇAREM A PAGAS OS TRIBUTOS ASSIM COMO NOS DO SUL FAZEMOS.

Anônimo disse...

Então todos Estados devem administrar seus impostos gerados para a União. Um ex: Piauí gera 800 milhões em impostos para a União e recebe anualmente da União, mais de 6 bilhõe, ou seja, recebe 8 vezes mais do que contribui . São Paulo paga para a União, em torno de 300 Bilhões e recebe em torno de 23 bilhões, ou seja, recebe menos que 8% de tudo que pagar Além desse pagamento ainda São Paulo para juros altíssimos de sua "divida", São Paulo já pagou 3 vezes o principal da dívida e ainda continua devendo 5 vezes mais.

Anônimo disse...


Bem lembrado pelo anônimo das 13:30: o senador agripino deveria pensar que boa parte, senão a maior, do sustento dos estados dessas regiões, é feito via recebimentos da União, dos impostos gerados e pagos (empresários e trabalhadores) pelos "gastadores", o que tem garantido, inclusive, a mazelas de seus políticos.
É só conferir a relação dos 19 que votaram pelo fatiamento e manutenção dos direitos políticos da ex presidente, para ver de onde vem.... De fato o País está sendo comandado, pelo menos nas últimas duas décadas, por esses mesmos. É tempo de mudança, senador!!!