Ministério Público de Contas pede a suspensão de obras no Cais Mauá

O Ministério Público de Contas solicitou que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) requeira uma cautelar à Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) para suspender as intervenções na área da revitalização do Complexo Cais Mauá de Porto Alegre.

O pedido foi feito ao conselheiro do TCE gaúcho Alexandre Postal por meio de promoção emitida na última quarta-feira.

O MPC já havia se manifestado sobre o assunto em 2014 e em 2015, apontando diversas questões pendentes a respeito das obras. Desta vez, o pedido é pela suspensão de quaisquer autorizações já aprovadas à arrendatária na área do empreendimento, a empresa Cais Mauá do Brasil S.A., até que sejam sanadas as dúvidas.

11 comentários:

Anônimo disse...

Deixem o lixo tomar conta, ficará mais adequado com o centro.

Anônimo disse...

Imagina ... se alguma obra no RS que vise a melhorar os índices de emprego, propiciar arrecadação e gerar lucro a quem investe, não seria barrada e travada !!


Faz só 30 anos que tentam revitalizar a orla e esse comunas atrasam a vida dos Gaúchos !!

Vai levar apenas mais 30 anos para algum restaurante se instalar ali !

Anônimo disse...

Restaurante no Mercado Público pra encher a cara dos petistas, daí pode ... Né ? !!!

Anônimo disse...

A prioridade turística e econômica dessa atrasada cidade é o viaduto da Borges.

Anônimo disse...

Ministério Público de Contas do RS = PETISTAS de m...piiii !!!!!!!!

Anônimo disse...

Políbio,

Estão batendo em cachorro morto.

O pessoal do PSOL foi mais rápido.

O Cais Mauá continuará propriedade dos ratos.

Porto Alegre "agradece" o emprenho das forças retrógradas em manter o nosso "Mercado de Pulgas Alegre".

JulioK

Anônimo disse...

Mas será possível! Tudo aqui tem vocação pro atraso! Mas por que não deixam terminar a obra e se houver superfaturamento, que cobrem depois, quando o emprendimento estiver funcionando? Ou será que é tão dificíl de entender?

Anônimo disse...

O poder desses burocratas parasitas dos cofres públicos, a serviço do atraso, é avassalador.

Anônimo disse...

Não tem jeito. Os carangueijos não deixam alguma obra andar, não querem que o projeto do cais Mauá ande. Eta rio grande do sul...

Miguel Aspis disse...

QUE CABECINHA DESSES NOSSOS DIRIGENTES. DISCUTEM PICUINHAS PARA EVITAR OU ATRASAR ESSA OBRA, QUE DARIA OUTRA VISÃO ESTÉTICA E DE CONFORTO À POPULAÇÃO.

SE FOSSE NO RIO DE JANEIRO, JÁ ESTARIA PRONTA HÁ 15 ANOS !!

ASSIM COMO O TERRENO CHEIO DE RATOS , DO ANTIGO ESTALEIRO SÓ.

ESSE PESSOAL DEVERIA MORAR NA AMAZÔNIA EVITANDO O CORTE DAS ÁRVORES.

Tio Yco disse...



É incrível como as obras aqui no sul, mormente aqui na capital, não deslancham, não andam. Aqui tudo é difícil. O gaúcho se amarra num atraso! A revitalização do Complexo Cais Mauá de Porto Alegre, as obras se arrastam há muito tempo. Nos outros estados da federação não tem acontecido isto. O gaúcho tem que ser mais objetivo e ser amigo do progresso; e não ficar flertando eternamente com o atraso!