Pepe Vargas já começa a se despedir do ministério

O ministro dos Direitos Humanos, Pepe Vargas, nem esperou pela reforma ministerial, porque ontem começou a se despedir do pessoal da pasta.

Ele bateu um recorde no cargo.

Ficou ali 5 meses.

Pepe Vargas voltará para a Câmara,  desalojando Fernando Marroni, que voltará para casa.

10 comentários:

Anônimo disse...

Pepe quem? O pepe legal?

Anônimo disse...

O que ele fez ???
Alguém por favor relate um feito deste senhor que compense o salário que lhe pagamos para desempenhar a função ?

Anônimo disse...

Esse Pepe,na verdade,foi o verdadeiro "Pepe" da Dilma.
Não sei como ele teve saco pra aguentar tanta palhaçada.
Pelo menos agora,vai servir por causa mais nobre,tirar o Marrone da Câmara.

Unknown disse...

Mas ele tinha assumido...ou sumido...???

Anônimo disse...

E Pelotas ganhará um candidato a prefeito zero km.

Anônimo disse...

O editor poderia fazer um concurso e premiar alguém que saiba de alguma realização do ministro Pepe Vargas. Anotem aí: Pepe e o Marroni logo vão debandar do PT e, oportunisticamente, cair na REDE, o partido da Marina.

Anônimo disse...

Aí, pessoal de Caçias, O Pepe voltou novamente
Ele partiu dai tão contente,
Porque razão quer voltar?
Saudades lá da Caçias,
Das muitas estrepolias,
Que aprontou e quer aprontar
Em tudo ele dá um jeito
Quer ser de novo o prefeito
E com o Sartori disputar
Vai ir de partido novo
Que é bom prá enganar o povo
PT? Nunca esteve lá
Nem conhece este partido
E se entrasse tinha saído,
É só gente que sai de lá
Dizem que a coisa tá feia,
Só dá índio na cadeia
Por ladrão e outros quetá
Baixou lá o caboclo Moro
Que não leva desaforo
E tá botando prá quebra.

Anônimo disse...

E o que o Pepe fez de útil para a nação durante o período que ocupou o cargo? Nada, o ministério foi criado para defender os "direitos dos manos", e claro, para que lá fossem feitos os devidos desvios de verba e colocados alguns milhares de CCs!

Anônimo disse...

http://www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=41196952590

Anônimo disse...



Tchau, cara de moscão!