Brasil é apenas o 56º melhor país para o idoso viver

A Suíça é o melhor país do mundo para os idosos, de acordo com um estudo sobre condições socioeconômicas de pessoas acima de 60 anos realizado em 96 nações. O Brasil está em posição mediana no ranking, em 56º lugar, enquanto o Afeganistão.


O ranking, batizado de Global AgeWatch Index, foi produzido pela ONG HelpAge International em colaboração com a Universidade de Southhampton, no Reino Unido. Segundo os autores do estudo, a lista representa 91% da população mundial com mais de 60 anos, o que equivale a cerca de 901 milhões de pessoas.


O Brasil está em posição intermediária no ranking no que se refere à saúde e à educação e emprego. Em relação à saúde dos idosos, o País está em 43º lugar, com uma expectativa de vida de 21 anos após os 60 anos - um ano menos que a média regional.


O país sul-americano com melhor colocação é o Chile, em 21º lugar. O Uruguai (27º), a Argentina, em (31º), a Colômbia (36º), o Equador (44º), o Peru (48º) também têm posiçõe melhores que a do Brasil. Os piores para idosos na América do Sul são o Paraguai (69º) e a Venezuela (76º).

2 comentários:

Emmanuel Carlos disse...

É .... a coisa fica, a cada dia, mais feia.

Anônimo disse...

Eu acho que o Brasil é o 1º melhor país para o idoso morrer!