Servidores de fundações estaduais gaúchas foram pagos nesta terça-feira

A Folha de Pessoal fechou junho em R$ 1,1 bilhão, contra receita líquida de R$ 2,5 bilhões,. A despesa do mês foi a R$ 3 bilhões. Isto tudo significa enorme déficit no mês.

O governo estadual gaúcho pagou hoje o salário integral dos 5.200 servidores das fundações. São todos celetistas.

A Folha somou R$ 24,5 milhões.

Para os demais funcionários do Executivo, até o momento foram quitados R$ 2 mil líquidos por matrícula. totalizando R$ 583,8 milhões.

Até o dia 13, todos receberão salários integrais.

Os servidores dos Poderes Legislativo e Judicial, mais os funcionários do TCE e MPE, os que mais ganham, todos já foram pagos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Foram pagos hoje. É mais simples. Prá que complicar editor.

Anônimo disse...

pros reclamões de plantão:

- perguntem onde o (des)governo engavetou os projetos que os servidores propuseram para aumentar a arrecadação do Estado. Foram propostos projetos que aumentam a arrecadação em milhões e milhões ao ano. (des)governo engavetou!

- CLT não pode atrasar o pagto, senão dá causa trabalhista

- A iniciativa privada, paga até o 5o dia útil conforme a Constituição Federal, eles estão dentro da lei, se o serviço público recebe antes, é decisão do serviço público. Não tá contente? Presta concurso público se é tão bom assim ser funcionário público

- Não se esqueçam que aposentados são funcionários do Estado e são tratados como "ativos" na folha de pagto, ou seja, mesmo aposentado o servidor continua recebendo do Estado. Não é igual uma empresa privada que o funcionário se aposenta e quem passa a pagar o ex-funcionário é o INSS. Uma vez funcionário público aquele salário vai até os bisnetos depois como pensão. E não adianta reclamar, só vai mudar se extinguirem a previdência e cada um faz a sua durante os anos que trabalhar.

Anônimo disse...

Eles não servidores políbio, são empregados, para ser servidor seria preciso que fossem estatutários , como são celetistas são empregados públicos e não possuem estabilidade.

Anônimo disse...

Na FDRH, todos ganharam o salário dia 30, como foi no MPE,TJ, TCE, a FDRH é tida como um poder independente........... , tanto que não retirou nenhuma função gratificada ou cargo em comissão, mesmo estando inoperante e sem realizar um serviço, seus empregados estão aproveitando para estudar e fazer coisas particulares, isso tudo sendo pagado pelo contribuinte gaúcho.