Até para cumprir prisão domiciliar Rocha Loures pode ter feito maracutaia

O Ministério Público Estadual de Goiás abriu inquérito para investigar se o ex-assessor do presidente Michel Temer Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi privilegiado ao receber tornozeleira eletrônica para voltar para casa após decisão do Supremo Tribunal Federal, na sexta-feira, de soltar o ex-deputado.

Isto porque, segundo a Polícia Federal, o equipamento de monitoramento está em falta há vários meses, tamanha tem sido a demanda para sua utilização.

Ainda na sexta, a Superintendência da PF no Distrito Federal afirmara que Loures somente poderia cumprir prisão domiciliar se houvesse disponibilidade do equipamento.

3 comentários:

Anônimo disse...

Um politico fazendo safadezas, passando por cima da Justica, ainda no Brasil? Quem iria imaginar uma coisa dessas? Uau, o mundo esta mudando muito rapido.

Anônimo disse...

Esse louso josé deu uma baita ratiada...pegar 500 mil num lugar público...é que a coisa está tão descontrolada que tudo está fugindo do controle...só de propina das empresas de ônibus do RJ,Cabral levou 162 milhões...sabe o que é isso?só das empresas de ônibus...tem das empreiteiras...é tanto dinheiro que se perde a conta..para uma pessoa só...e quebrou o RJ literalmente...eu sempre digo:tem que haver pena de morte para todos eles...pegaram dinheiro do povo..e quantias que vão além da imaginação...pena de morte para Cabral,lula,temer,dilma,paloci,dirceu...todos,sem exceção..como na China..lá o partido fechado deles não admite corrupção..já teve casos que por meros 30 40 mil dólares,o cara foi executado,fazia parte da cúpula do partido...por 30 mil dólares...e aqui?milhões,bilhões..PENA CAPITAL E NÃO TEM OUTRA.Minha opinião...sincera...

Anônimo disse...

Qual o partido do elemento? PMDB.

De quem o elemento foi ascessor e interlocutor de confiança? Temer