OAB gaúcha suspende investigação sobre doação da JBS a Sartori

Ricardo Breier (foto), à frente da seccional gaúcha da OAB, ordenou que fosse suspensa a investigação que a entidade vinha fazendo a respeito da declaração do diretor da JBS Ricardo Saud.

Em delação premiada ao Ministério Público Federal, Saud afirmou ter doado R$ 1,5 milhão à campanha eleitoral do governador José Ivo Sartori em 2014 a pedido do senador Aécio Neves (PSDB-MG, mas o valor recebido pelo PMDB foi devidamente declarado à Justiça Eleitoral.

Breier concluiu que não foram encontradas irregularidades suficientes para provocar Sartori em campo jurídico, mas frisou que o caso poderá ser retomado se as investigações do MPF trouxerem novos dados contra o governador.