Temer indica raquel Dodge para o lugar de Rodrigo Janot na chefia da PGR

O presidente Michel Temer acaba de anunciar a indicação de Raquel Dodge para a chefia da Procuradoria Geral da República.

Elafoi a segunda colocada na lista tríplice escolhida pelos procuradores federais.

Raquel substituirá Rodrigo Janot a partir de 17 de setembro.

Ela não era candidata de Janot.

21 comentários:

Anônimo disse...

E alguém não sabia que seria a querida da cúpula do PMDB a escolhida ao cargo de engavetadora geral?

Anônimo disse...

Excelente escolha o nome da Dra. Raquel Dodge, até porque o outro nome era o candidato preferido do Dr Janot , da mesma Escola .!!!

Anônimo disse...

Matou dois coelhos com uma só cajadada, colocou uma mulher competente e a segunda colocada , o Governador Dino do Maranhão ao receber a listra triplice também havia escolhido o segundo colocado, seu irmão Dino e os Procuradores que os escolheram em primeiro lugar, não poderao reclamarem., assim como os mi mi mis da esquerda que sempre pediu mulher no governo, do Temer, Xeque mate.

Anônimo disse...

Acabou a imparcialidade e independência. Está colocando pessoas que estarãoa seu favor.
O povo brasileiro não merece um governo destes.

Anônimo disse...

A Dra Raquel Dodge é uma fiel defensora das ações da LAVA-JATO. É Bacharel em Direito pela UnB e fez Mestrado em Harvard . É a primeira mulher Procuradora Geral da República . Excelente escolha .!!!

Anônimo disse...

>>

Agora sim!! Petralhas, tremeis!!!!

<<

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Na noite de ontem adiantei no meu blog que ele não ecolheria DINO por que os SARNEY não admitiriam já que o irmão dele os derrotou e Governa o Maranhão. O José Ribamar de Araujo Costa também conhecido como SarNey vez que quando nasceu lá havia um inglês gerente da geradora de eletricidade e igualmente dos bondes elétricos. O inglês usava o título e assim era chamado de "Sir Ney" e eles achavam aquilo algo muito chic. Havia por lá também outro menino que quando a professora perguntou a um colega dele no primário de onde vinha a laranja respondeu que da laranjeira. A professora perguntou a outro menino de onde vinha o café e o esperto sem pestanejar respondeu que da CAFETEIRA. Passou a ser conhecido como tal e foi Senador o senhor Epitácio CAFETEIRA. O folclore em nosso país é maravilhoso. Hahaha...

Anônimo disse...

O dino dinou-se!

Anônimo disse...

Esperemos que essa mulher não nos envergonhe. Ainda: basta de Janot e, se possível que seja responsabilizado pelas barbaridades que fez e está fazendo em conluio com JBS.

Anônimo disse...

TÓINNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN!!!!

Anônimo disse...

ESTOU MARAVILHADA PARABENS PELA OTIMA ESCOLHA

Anônimo disse...

Será alguém mais manipulável ?

Anônimo disse...

Na véspera de escolha de Dodge, Temer se reuniu com Mendes:

29.mai.2017 - Folha de São Paulo

No dia anterior à escolha de Raquel Dodge, o presidente Michel Temer se reuniu com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Gilmar Mendes.

O encontro foi realizado na residência do também ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e teve também as participações dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

Mendes, que se tornou uma espécie de conselheiro jurídico de Temer, é crítico ferrenho do atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e um dos principais defensores da escolha de Dodge, rival do chefe do Ministério Público Federal.

O ministro teve um papel fundamental na escolha do ex-ministro da Justiça Alexandre de Moraes para a vaga de Teori Zavascki na Suprema Corte, em março.

Nesta quarta-feira (28), Temer escolheu Dodge no mesmo dia em que recebeu a lista tríplice para o cargo promovida pela ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República).

A indicação de Dodge será publicada na edição desta quinta-feira (29) do "Diário Oficial da União". Com a iniciativa, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), poderá marcar a sabatina. Se for aprovada pelos senadores, será a primeira mulher a comandar a PGR.

Na noite desta quarta-feira (28), após o anúncio, Dodge se reuniu por cerca de uma hora com Eunício, no gabinete do presidente do Senado, para discutir o tema. O encontro não estava na agenda de Eunício e foi feito com discrição.

O Palácio do Planalto quer realizar a sabatina o mais rápido possível, para evitar que um eventual agravamento da crise política possa inviabilizar a sua nomeação. A ideia é que ela seja lida nesta quinta-feira (29) no plenário do Senado e enviada para a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça).

O presidente do Senado minimizou o jantar de Mendes com Temer. Segundo ele, não há problema no fato de Gilmar julgar uma denúncia contra o presidente já que o caso ainda terá de ser analisado pela Câmara.

Eunício disse ainda que Gilmar é presidente do TSE e que ele vem tratando da reforma política com o Congresso. Para ele, existe independência dos Poderes e é normal que as instituições se conversem.

Rudnei Costa disse...

Só isso Polibio, nem um comentariozinho pessoal? Tua postura está vergonhosa!!!

Anônimo disse...

Indicada pelo Sarney, ai, ai, ai!!!!

Anônimo disse...

Dale bajulador de corrupto

Mordaz disse...

Previsível com criminosos com poder.

Anônimo disse...

Excelente escolha. Temer realmente é um estadista.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkkk. Imparcialidade?????? Janot foi complacente com os crimes de Lula e Dilma o tempo todo. Se revelou petista de carteirinha. Felizmente em setembro está fora.

Anônimo disse...

Falou tudo. Agora sim, temos PGR!!!

Anônimo disse...

Parabéns para o pres Michel Temer! Além de escolher a melhor ao mesmo tempo cala a boca da petralhada que dizia que não tinha mulher no governo. Pelo menos prestigiou a mulher em um cargo tem importante como este. Janot ficará na história como um procurador que infelizmente não atendeu aos anseios da Justiça e do povo brasileiro. Infelizmente mostrou-se comprometimento com Lula e Dilma.