Cai taxa de desemprego na Grande Porto Alegre, constatam FEEE, FGTS e Dieese

 O índice de desemprego recuou de 11,3% em abril para 11,1% em maio na região metropolitana de Porto Alegre. No mês passado, cinco mil pessoas a mais passaram a buscar emprego, enquanto oito mil vagas foram criadas.

Os números são resultado da pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e pelo Dieese.

Existe 1,81 milhão de pessoas buscando emprego na Região Metropolitana. GE

Ao todo, havia 1,601 milhão de empregados na Grande Porto Alegre em maio:

Indústria de transformação: 242 mil empregados
Construção: 122 mil empregados
Automotores e motocicletas: 337 mil empregados
Serviços: 876 mil empregados.

3 comentários:

Anônimo disse...

o editor chapa branca comemorando 0,02% de queda....mas é de uma hipocrisia sem tamanho....

elias disse...

Coloco mais um dado?funcion´rios publicos dos 3 poderes, e seus puxadinhos, inclusive dirigentes sindicais pagos com nosso dinheiro: 2.000.o0o (dois milhões de sangue sugas )
Desses 2.000.000 - uns 200 mil são necessários, mas com 20 mil fariam o serviço!
Os numeros são falsos?Claro, eu inventei.Só não inventei a pare da necessidade de tanta gente sem nada produzir e ganhar em média 10 vezes mais que os que trabalham no mesmo serviço - a valer!

Ultra 8 disse...

É que os brasileiros estão morrendo de fome,e assim a estatística parece melhorar.


A ciência estatística é boa para enganar idiotas...