Temer fez troca-troca com Força Sindical e UGT

O presidente Michel Temer acertou o seguinte com a Força Sindical e a UGT, tudo em troca de desembarcarem da greve geral da CUT, prevista para esta sexta, e para fazerem corpo mole no Congresso:

- O imposto sindical cairá na reforma trabalhista, em votação prevista para esta tarde na CCJ do Senado, mas voltará na forma de MP.

Força Sindical e UGT não sobreviverão sem o imposto sindical.

19 comentários:

Mordaz disse...

Tudo no mais alto interesse do país e dos neo-petralhas.

Anônimo disse...

Sindicatos pelegos?

Anônimo disse...

Temer não tem mais a mínima condição de governar, vai tentar ainda um monte de asneiras ...

Anônimo disse...

ESTAMOS FERRADOS...SOMOS DOMINADOS POR BANDIDOS....P.Q.P....

ATÉ QUANDO???????

Anônimo disse...

A manutenção deste imposto será o fim do Brasil, mas assegura a continuação dos partidos comunistas PT, PSOL, PCdoB que usam o trabalhador como massa de manobra.
Os sindicalistas, há muito tempo, não trabalham mais.

Anônimo disse...

Está claro, após tudo que se leu e ouviu nos últimos tempos, que este País está atrasadíssimo, em tudo. Com estas negociatas continuaremos na mesma.

Anônimo disse...

É bem capaz de passar de um para tres dias de trabalho para imposto sindical obrigatório. Este é o Temer que foi apresentado pelas 'instituições' no lugar da Dillma ?

Anônimo disse...

Well, well ...
Ficam todos contemplados com a manutenção do imposto sindical.
Os baderneiros do dia 30 de junho, sexta-feira, serão atendidos também .
Só quem perde é o pagador do imposto.

Mordaz disse...

Até há pouco fazia troca troca com os banqueiros pela reforma da previdência ser dar bola para os trabalhadores. Imagina quanto de propina iria receber dos financiadores de campanha para isto!

Anônimo disse...

SANGUESSUGAS, VAGABUNDOS conjuntados com JANOT!

Unknown disse...

Temer já está igual a Lulla&Dilma em termos de "modus operandi"!!!
Aliás... Dillma pediu direitos autorais sobre o formato do discurso esfarrapado de Temer para negar a denúncia da PGR!!!
Em breve ele também vai estar afirmando: "Vocês não sabem do que eu sou capaz"!!!

Anônimo disse...

Pra que reforma trabalhista se o próprio presidente a descaracteriza em nome da "governabilidade", para se manter no poder?
Esther

Unknown disse...

Temer; um grande estadista!

Anônimo disse...

Essa é a forma de desgovernar o país na "Democracia" Civil.Cada um pensando no seu umbigo e o povo que se lasque,

Anônimo disse...

Infelizmente quando não se tem o apoio de parte da imprensa que se revela eminentemente golpista obviamente tem de alçar mão do que ele tem em mãos. Temer é um estrategista estadista e saberá muito bem conduzir a situação.

Anônimo disse...

O Governo Temer é mesmo frouxo e já CEDEU aos sindicalistas a VOLTA do imoral IMPOSTO SINDICAL. O Brasil tem cerca de 18.000 sindicatos, enquanto os PAÍSES DESENVOLVIDOS, como os Estados Unidos, não chega a ter 50 sindicatos. Aliás, já se diz por aí, que o Brasil detém a existência de MAIS DE 90% de todos os sindicatos existentes no MUNDO TODO. E o IMPOSTO SINDICAL, mais de 2 bilhões, é entregue às CENTRAIS SINDICAIS para sustentar as mordomias de sindicalistas (que não trabalham) e comunistas (idem). Eles são "especialistas" apenas em fazer AGITAÇÃO DAS MASSAS ... NADA PRODUZEM, só agitam para chantagear por verbas do governo ...

Anônimo disse...

O Paulinho da Força foi defenestrado do cargo, mas continua fazendo suas negociatas. Mesmo sendo funcionário público sou obrigado a dar um dia de meu salário, por que um tal sindicalista que se chamava Pureza, resolveu cobrar. Sim, Pureza, o cara que mandava cobras dentro de envelopes de carta para seus inimigos.

Anônimo disse...

INDICATIVO QUE NÃO SÃO SÓ OS PARTIDOS DE ESQUERDAS QUE MAMAM NOS SINDICATOS, TODOS RECEBEM SEU QUINHÃO.

Anônimo disse...


Se por MP a Contribuição Sindical for facultativa então já teremos progredido alguma coisa. Paga quem quer.