O caso Taurus - Como o Brasil virou o 4o maior vendedor de armas do mundo

A reportagem a seguir é do caderno Ilustríssima, Folha de São Paulo deste domingo. O artigo mostra que, apesar da imagem pacifista, o País não hesita em fomentar o setor de armamentos. O texto a seguir, usado como introdução nesta página, foi editado para facilitar a leitura.  Leia tudo:

A Forjas Taurus, maior empresa do ramo na América Latina, negociou armas com regimes que violam direitos humanos. Em maio de 2016, o Ministério Público Federal denunciou dois ex-diretores da corporação por venderem 8.000 pistolas a um reconhecido traficante de armas iemenita, em 2013. Os executivos acertavam uma segunda remessa, em 2015, quando a transação foi interceptada.

Em nota de setembro passado, a empresa diz repudiar "veementemente a alegação de que estaria envolvida em qualquer operação irregular" e afirma que o destinatário do lote de 2013 era o governo do Djibuti, país sobre o qual não incidem embargos comerciais. Informa também ter cancelado negociações com o país africano, determinado a retenção da mercadoria em trânsito e devolvido o pagamento ao referido governo ao tomar conhecimento das suspeitas contra o intermediador iemenita.

Essas empresas, além de outras, como a Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), fizeram do Brasil um dos maiores fornecedores de armamento do planeta. Nos últimos anos, o país tem figurado como o quarto maior exportador mundial de munição e armas de pequeno porte. Entre 2001 e 2012, enviou para o exterior um total de US$ 2,8 bilhões (R$ 9,6 bi) em produtos desse tipo. Só EUA, Itália e Alemanha venderam mais.

CLIQUE AQUI para ler mais.

16 comentários:

Anônimo disse...

Como se pode esperar paz num país que vende guerra?... o Brasil irá terminar um karma ( escravidão) e iniciará outro..... que coisa mais triste!

Anônimo disse...


Só se estiverem vendendo armas para quem vai perder os conflitos, visto serem armas suscetíveis a muitas falhas.

A 24 falha 7, que tem o nome original de fabrica como 24/7, o que na teoria significaria algo como sempre pronto para uso 24 hora por dia e 7 dias por semana, já fez mutas vitimas, algumas fatais, entre os policiais. Mas somente agora os deputados de uma comissão aprovaram a compra (pelos estados) de armas estrangeiras que são muito mais confiáveis e precisas. Mais informações sobre a "qualidade" dos produtos da empresa em; https://vitimasdataurus.com/

Anônimo disse...

Finalmente o Brasil em boa companhia: EUA, Alemanha e Itália!
Porte de arma para todos no Brasil. Só para bandido não está dando certo!

Anônimo disse...

Que coisa boa, acho que a meta deveria ser o maior.
Ta na hora de ganharmos dinheiro.

Anônimo disse...

MATÉRIA REQUENTADA! ESCRITA PELA FOICE DE SP POR DOIS JORNALISTAS QUE NAO GOSTAM DE ARMAS.

DEIXA O BRASIL VENDER CASO CONTRÁRIO OS CONCORRENTES VENDEM. SE FOSSEM 1 MILHÃO DE FUZILAMENTO PARA A VENEZUELA - QUE O CHAVEZ COMPROU DA RÚSSIA - NÃO SERIA PROBLEMA PARA ESTES ESQUERDISTAS A SERVIÇO DA CAUSA E CONTRA A BANCADA DA BALA E DA LIBERDADE DO CIDADÃO.

Anônimo disse...


O Brasil deve investir pesado em tecnologia bélica também.
O atraso tecnológico do Brasil nets área supera a 1 século.
A Taurus foi repreendida por vender pistolas.
Ora, convenhamos, qualquer traficantezinho da baixada Fluminense, não dispensa seu fuzil.

Pistola, revólver é para bandido "de menor"iniciante.

Os americanos historicamente são os maiores negociadores de armamento com dissidentes para derrubar governos estabelecidos. Não tem moral nenhuma, ou melhor são imorais.

Anônimo disse...

SERIA UM ORGULHO SE AS ARMAS NÃO APRESENTASSEM DEFEITOS TERRIVEIS, COMO DISPAROS ESPONTANEOS E DESMONTE DE SUBMETRALHADORAS DURANTE O USO POLICIAL... ATÉ ISO FAZEMOS AQUI ARMAS DEFEITUOSAS, QUEM DUVIDA PESQUISE SOBRE O ASSUNTO E VERÁ QUE VERGONHA.

Anônimo disse...

Chorô-rô-rô MIMIMI

Temos que proteger e desenvolver nossa indústria nacional.

Já estão tentando matar a indústria FUMAGEIRA através de acordos internacionais, sem falar que o RS está perdendo a guerra do ICMS com o estado de SC.

Vale uma reportagem: as indústrias que foram embora por falta de apoio.

ARS disse...

As armas da taurus são um lixo. Já as ferramentas são boas, pois não mutilam o usuário.

Anônimo disse...

Mais uma industria brasileira que é atacada pela midia.A grande maioria das armas que estão na mão da bandidagem não são fabricadas no Brasil.Ninguém faz matérias cobrando os países fabricantes de AR-15 ou da AK 47 ou as armas que até derrubam aviões e que são utilizadas para assaltos a Carros Forte ou Bancos, essas armas não tem registro que podem ser rastreadas.Contra empresas brasileiras há inúmeras pressões de todos os lados.No mínimo é estranho.

Anônimo disse...

As armas da Taurus estão matando palestinos.Israel é um dos donos da fábrica e é por isso que tem tantos defeitos.Já nascem sujas de sangue inocente.

Anônimo disse...

A Taurus vende armas há décadas. Cuidado, pois essa campanha contra a empresa provavelmente tem origem na concorrência !!!

Anônimo disse...

Entendi!!! É só fechar a fábrica aqui que resolve a crise no Oriente Médio....raciocínio estúpido.

Anônimo disse...

Mais uma empresa brasileira e gaucha que o MPF vai quebrar? Os EUA estão rindo de alegria.

Anônimo disse...

O mesmo está ocorrendo com a Embraer que está sofrendo ataques externos.Onde ficou a Matriz da s Cervejarias Antartica e Brahma, agora Ambev? Quem comprou a Skincariol? Privatizaram as Estatais brasileiras e agora numa segunda etapa adquiriram as maiores Empresas privadas brasileiras e já está havendo Loby para compras de terras brasileiras.A quem pertence a maioria das Usinas de Etanol brasileirasO primeiro gol do São Paulo , no confronto dos 4x0 , também não foi penalt.Se o Inter cair não será por esse lance e sim pela campanha durante o ano.? Quem são os donos dos maiores Supermercados brasileiros? Brasil, Pais de Tolos.O Brasil está vendendo o almoço para comprar a janta.

Anônimo disse...

Que bom que temos a Taurus gerando emprego e vendendo lá fora, trazendo dinheiro para o país.

E é bom também porque quando liberarmos o porte de arma já temos empresa para fabricar as armas. Espero que liberem a importação para que a Taurus não tenha monopólio.