Moro começa a ouvir hoje testemunhas de acusação em processo contra Lula

O juiz federal Sérgio Moro começa a ouvir no início da tarde desta segunda-feira as primeiras testemunhas de acusação do processo que tramita na Justiça Federal do Paraná contra o ex-presidente Lula.

Lula é réu em uma ação que envolve a compra e reforma de um triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo.

A Justiça Federal do Paraná intimou para depor hoje o empresário Augusto Mendonça, os ex-dirigentes da Camargo Correa Dalton Avancini e Eduardo Leite e o senador cassado e ex-petista Delcídio do Amaral (sem partido-MS).

Lula não participará da audiência, a pedido da defesa do petista ao juiz Sérgio Moro.

11 comentários:

Anônimo disse...

Justiça brasileira recebe prêmio internacional do Greenpeace por continuar preservando os tucanos:

​A ONG Greenpeace emitiu um comunicado na manhã de hoje parabenizando a Justiça brasileira pelo ótimo trabalho na luta pela preservação dos tucanos. De acordo com a ONG, os tucanos eram uma preocupação constante da organização por correrem risco de extinção até 2009, quando a Operação Lava Jato começou.

Com o início da Operação, o Greenpeace percebeu o tamanho interesse do Brasil em manter os tucanos livres e procriando e deu total suporte, liberando até mesmo recursos para que a espécie seja preservada.
Uma das condições da organização, no entanto, era que moluscos sejam levados para cativeiros para que haja um controle imediato da reprodução do grupo, que conta com mais de 100.000 espécies. Algumas divisões estão livres, como os caramujos, que possuem casas. Já os moluscos que não possuem, como polvos e lulas, são o alvo de controle.

O prêmio internacional será entregue em Curitiba ainda hoje.

Unknown disse...

Só a prisão nos redime!!!

Anônimo disse...

SEM NENHUM TUCANO, MP DEVE DENUNCIAR TRENSALÃO

Dois anos depois de a Polícia Federal indiciar 33 pessoas, a Procuradoria da República em São Paulo vai concluir o caso que apura fraudes em contratos da CPTM e do Metrô durante governos do PSDB; hipótese mais provável é que ofereça denúncia sobre o caso, mas sem responsabilizar nenhum tucano no esquema de corrupção das gestões de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra; enquadramento dos investigados - ex-diretores e ex-presidente da CPTM, executivos de multinacionais, lobistas e empresários - em crime de formação de quadrilha não deve ocorrer, porque a pena prescreveu; até hoje, ninguém foi punido.

21 DE NOVEMBRO DE 2016


SP 247 – Dois anos depois de a Polícia Federal indiciar 33 pessoas, a Procuradoria da República em São Paulo vai finalmente concluir o caso que apura fraudes em contratos da CPTM e do Metrô durante governos do PSDB, o chamado 'trensalão'.

A hipótese mais provável, segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta segunda-feira 21, é que o órgão ofereça denúncia sobre o caso, mas sem responsabilizar nenhum tucano no esquema de corrupção ocorrido durante as gestões de Mário Covas, Geraldo Alckmin e José Serra.

O grupo de investigados inclui apenas ex-diretores e ex-presidente da CPTM, executivos de multinacionais, lobistas e empresários, que devem ser denunciados pelos crimes de corrupção ativa e passiva, formação de cartel, lavagem de dinheiro, crime licitatório e evasão de divisas entre 1998 e 2008.

A possibilidade de enquadramento pelo crime de formação de quadrilha não deve ocorrer, porque a pena prescreveu. O Ministério Público de São Paulo já pediu prisão e apresentou diversas denúncias contra os suspeitos, mas até hoje ninguém foi punido.

A Procuradoria atribui a demora em concluir o caso ao fato de a PF ter concluído o inquérito antes de receber o resultado de colaborações internacionais da Suíça, Alemanha e Uruguai.

A corporação rebate o argumento, dizendo que já havia no inquérito "farto material probatório da autoria e materialidade da prática de crimes" e que a opção de não aguardar as colaborações internacionais, classificados pela PF como "secundários", foi justamente acelerar o processo.

Anônimo disse...

NOBLAT: TEMER BRINCA COM FOGO AO SEGURAR GEDDEL:


Colunista do Globo, Ricardo Noblat, também avalia que o ministro Geddel Vieira Lima, braço direito de Temer, cometeu o crime de advocacia administrativa, que consiste em usar seu cargo para defender interesses particulares; segundo ele, Michel Temer "brinca com fogo às vésperas de novas revelações que poderão incendiar boa parte da República".

21 DE NOVEMBRO DE 2016

247 – O jornalista Ricardo Noblat, colunista do Globo, avalia que Geddel Vieira Lima, articulador político de Michel Temer, cometeu o crime de advocacia administrativa, ao usar seu cargo público para defender interesses pessoais.

Como se sabe, Geddel pressionou Marcelo Calero, ex-ministro da Cultura, a liberar um espigão de 107 metros perto do centro histórico de Salvador, numa torre onde ele tem uma unidade avaliada em R$ 2,4 milhões.

Eis o que escreveu Noblat:

"Neste mesmo governo, um ministro vai às compras, faz advocacia administrativa a favor de um empreendimento imobiliário, é denunciado por outro ministro que se demite, e vira alvo de investigações no Congresso. Temer, o Senhor Prudência, brinca com fogo às vésperas de novas revelações que poderão incendiar boa parte da República".

Anônimo disse...

mas logo ele não quer e não vai?

alguem explica?

Anônimo disse...

O que adianta interrogar estes mafiosos se até as paredes sabem as respostas : "não sei de nada, não vi nada, não ouvi nada"!

Anônimo disse...

GOLPE FRACASSA E A RECESSÃO SE APROFUNDA:

Vendido para a opinião pública e para os agentes econômicos como um passo necessário para retomar a confiança e o crescimento da economia brasileira, o golpe parlamentar de 2016 fracassou, como demonstra a manchete desta segunda-feira do Valor Econômico; no terceiro trimestre deste ano, a receita líquida das 278 empresas de capital aberto do País apresentou queda superior a 10%, na comparação com o mesmo período do ano passado; afetadas pelo desemprego e pela inadimplência, as empresas estão faturando menos; o tombo é inédito e revela a incapacidade do governo de Michel Temer e da equipe econômica de Henrique Meirelles, no poder há mais de seis meses, de apresentar saídas para a crise, que teve três etapas: a sabotagem ao segundo mandato de Dilma, a concessão de favores para viabilizar seu afastamento definitivo e, agora, a mera aplicação de medidas recessivas.

21 DE NOVEMBRO DE 2016

247 – O golpe parlamentar de 2016, que começou a ser construído um dia após a vitória da presidente Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2014, colocou a economia brasileira num buraco tão fundo, que produziu um resultado inédito: uma queda de mais de 10% do faturamento das empresas brasileiras de capital aberto, no terceiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

É o que revela a manchete do Valor Econômico desta segunda-feira: "Receita das empresas cai e mostra crise permanente".

Esse desastre econômico, produzido pelas próprias elites brasileiras, que deram suporte ao golpe contra a presidente Dilma Rousseff, comprova que a estratégia se revelou um tiro no próprio pé, uma vez que o tombo das empresas é inédito.

A crise econômica brasileira passou por três etapas distintas. Um dia depois da derrota na disputa presidencial de 2014, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) se aliou ao ex-deputado Eduardo Cunha e colocou em prática a política do "quanto pior, melhor", sabotando o ajuste fiscal proposto por Dilma e seu ministro Joaquim Levy e, mais grave ainda, pondo em discussão as chamadas pautas-bomba.

Quando Dilma foi afastada provisoriamente, no dia 12 de maio deste ano, Michel Temer e Henrique Meirelles entraram em cena, ampliando o déficit fiscal de R$ 70 milhões para R$ 172 bilhões. Ou seja: o governo decidiu engordar para depois emagrecer, concedendo aumentos e benesses a diversas categorias do funcionalismo. Era uma forma de sedimentar o apoio ao impeachment.

Depois de 31 de agosto, com a confirmação do golpe parlamentar no Senado, a agenda passou a ser meramente recessiva, com medidas como a PEC que congela gastos por vinte anos.

Resultado: os estados estão quebrados (o Rio de Janeiro é apenas o primeiro da fila), mais de 12 milhões de brasileiros estão desempregados e a receita das empresas brasileiras cai 10%, o que aprofundará ainda mais o rombo fiscal, a recessão e o desemprego. Além disso, os investimentos desapareceram, uma vez que, segundo o banco Goldman Sachs, metade dos projetos vinha de empresas atingidas pela Lava Jato, como as empreiteiras.

Decorridos mais de seis meses de governo Temer, o discurso da herança maldita não cola mais e a conta da destruição econômica do Brasil fatalmente chegará para que os lançaram o País nesse pesadelo.

E O TRAIRA não pode alegar herança maldita ou que não sabia, afinal ele era vice-presidente e seu partido tinha Ministérios e milhares de CC, ou seja, eram governo como o PT, agora são governo "sem o PT", mas com o PSDB e demais partidos trairas, como o PSB, PSC, PTB, PR, PRB, PP que também eram governo, com Ministérios e milhares de CCs.

Carlos Mota disse...

Báh! os Petralhas Anônimos(todo o covarde é anônimo)das 11:25h e 11;28h estão esperneando mais do que o Garotinho amigo umbilical deles.
Os dois têm uma certa razão; é preciso prender gente de todos os partidos; mas eles ainda não aceitam que o Capo di tutti capo é o Molusco de 9 Dedos, espécime rara e em extinção, pois é muito nocivo a integridade moral de qualquer pessoa.
Prendam todos, mas prendam principalmente o FDP do Lula, grande mentor da cleptocracia nos últimos 13 anos. Quem roubou antes é batedor de carteira de cego, diante da grandiosidade das faLcatruas comendadas pelo PT e seus aliados.
PRENDAM TODOS OS CANALHAS!!!!

dicionário: Cleptocracia, é um termo de origem grega, que significa, literalmente, “Governo de ladrões”, cujo objectivo é o do roubo de capital financeiro dum país e do seu bem-comum.

elias disse...

E segue noticias do 247 por aqui Acho que vou largar e só olhar lá no site petralha.

Anônimo disse...

CHORAAAA PETISTA CHINELÃO, VERME COMUNISTA PORCO ESQUERDISTA. A CASA CAIU, É A ONDA AZUL VARRENDO A ESQUERDA VAGABUNDA DO MUNDO INTEIRO HAHAHA VIVA TRUMP, 2018 BOLSONARO PRESIDENTE

Anônimo disse...

Petralha comunista das 11,25, de nada adianta tu vires com essa historinha de tucanos e greepeace. O teu partido é o partido e governo mais corruPTo do planeta. Toda a cúpula do PT tá na cadeia, tá faltando só o molusco e a Janette.