Sartori reunirá aliados para discutir pacote de reformas que enviará amanhã ao Legislativo

O governo pedirá regime de urgência para tudo, o que obriga a Assembléia a votar tudo antes do recesso do dia 20 de dezembro. Se isto não acontecer, Sartori poderá pedir convocação extraordinária. A ordem é não dar tempo para muitas discussões e mobilizações. Ao lado, a situação das Fundações.

O governador Ivo Sartori reunirá esta noite os líderes partidários e de bancadas aliados para apresentar o pacote de medidas que enviará amanhã ao Legislativo.

Um dos Partidos da base aliada, o PDT, já se insurgiu contra duas das propostas mais importantes que serão apresentadas:

- Privatização de estatais.
- Sobretaxa de desconto da previdência dos servidores estaduais.

A extinção, além das fusões e racionalizações de órgãos estatais estaduais também enfrentarão resistências da base aliada.

Fundações - Vazaram informações de que poderão ser extintas 9 das 19 Fundações.
Secretarias - Justiça, Cultura e até Fazenda poderão sofrer alterações muito graves. A Fazenda seria dividida em Fazenda propriamente dita e Receita.

Duodécimos - Os duodécimos para Legislativo e Judiciário oscilarão de acordo com a receita corrente líquida.


6 comentários:

Anônimo disse...

E os CCS? Sartori vive no reino da Cecelandia. Tem um para cada dia do ano no seu Gabinete. !!!!!

Anônimo disse...

E os CCS? Sartori vive no reino da Cecelandia. Tem um para cada dia do ano no seu Gabinete. !!!!!

Anônimo disse...

A mais obscura dessas fundações certamente é a FDRH, onde não existe finalidade alguma para sua existência, visto na hierarquia estrutural existir uma secretaria poderosa de recursos humanos (SMARH), a FDRH só existe para interesses políticos e foi inflada pelo PT , colocaram vários empregados mesmo sem ter condições de entregar algum serviço a sociedade gaúcha. E em tempo esta folha deve estar desatualizada visto que as fundações ganharão 10% de aumento recentemente por serem todos trabalhistas (CLT) e o Estado paga o seu fgts religiosamente todo mês. Esse é o preço de uma administração desastrosa do PT de 2010-2014.

elias disse...

Que pacote demorado, hein?
Dois anos de governo(????), nenhuma solução para nada e nem futuro.
Oigalete gringo despreparado. E ainda gosta de Petralha!

Anônimo disse...

PDT só quer preservar seus cabides de emprego.

Anônimo disse...

Destas fundações, o PDT e o PTB devem votar a favor da extinção apenas da FDRH,TVE e CORAG,SPH o resto vai ser mais difícil. é claro que o PT e o seu satélite PSOL irão votar contra tudo, são a favor da gastança institucionalizada independente de ter fonte de receita, modelo que faliu como constatado recentemente. Essa reforma é importante para todos os cidadãos gaúchos.