Vamos ver se o leitor adivinha quem foram os deputados que votaram contra a nova Lei da Terceirização ?

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (8) o texto-base do Projeto de Lei 4330/04, que regulamenta os contratos de terceirização no setor privado e para as empresas públicas, de economia mista, suas subsidiárias e controladas na União, nos Estados, no Distrito Federal e nos municípios. Foram 324 votos a favor do texto, 137 contra e 2 abstenções. 

Veja abaixo a lista dos deputados gaúchos que votaram contra, portanto ao lado do atraso:

PCdoB
João Derly

PSB
João Stédile
Heitor Schuch

PT
Bohn Gass, Henrique Fontana, Marco Maia, Maria do Rosário e Paulo Pimenta.

Foram 8 entre 32 deputados da bancada federal do RS. 

14 comentários:

Anônimo disse...


Eleitores idiotizados, políticos imbecis e mercenários!

Anônimo disse...

Oito nulidades civilizatórias, alguns deles amorais, outros covardes que só funcionam em grupo, sozinhos são zeros a esquerda!

Anônimo disse...

Ou seja, exatamente aqueles que representam o atraso. Dá pra escrever um livro cujo t´tulo pode ser "A Vanguarda do Atraso". Os atores seriam os patetas aí da lista.

Anônimo disse...

TRATA-SE DA ESCÓRIA POLÍTICA GAÚCHA !!

Anônimo disse...

Nunca votei e nunca vou votar em nenhum deles. Mas dizer que esta lei é um avanço é uma temeridade. Nenhum contratante vai querer aumentar seus custos com esta novidade. Quem sai perdendo é o trabalhador. Mais uma fonte de exploração.

Anônimo disse...

Mulher revoltada invade link ao vivo da TV Globo para protestar contra Dilma Rousseff:
https://www.youtube.com/watch?v=5rvnG3h-oy8
http://www.dihitt.com/barra/mulher-revoltada-invade-link-ao-vivo-da-tv-globo-para-protestar-contra-dilma-rousseff

Anônimo disse...

Mulher revoltada invade link ao vivo da TV Globo para protestar contra Dilma Rousseff:
https://www.youtube.com/watch?v=5rvnG3h-oy8
http://www.dihitt.com/barra/mulher-revoltada-invade-link-ao-vivo-da-tv-globo-para-protestar-contra-dilma-rousseff

Anônimo disse...

Atraso? Nessa não concordo contigo editor. Acabar com os direitos trabalhistas, trabalhando mais para ganhar menos, em legítima fraude ao contrato de trabalho. Aí não!!

Anônimo disse...

Todos eles gente que trabalha e produz..... Olha, o RS já teve deputado federal ruim, mas como essa safra ainda não vi. Não é por nada que o Rio Grande se tornou um Maranhão de grife...

Anônimo disse...

eu nao sou contra a terceirização, principalmente no setor publico...

o diabo é, pra nao variar, como ela é feita no Brasil...

as terceirizadas ganham as licitações para explorar o serviço das empresas através do expediente do menor preço oferecido...

dai por diante nao é difícil imaginar que quem oferece o menor preço ao contratante vai tirar o couro dos prestadores com salários batendo no chão para ter algum lucro....

ja trabalhei nisso...

no começo o sujeito gosta, porque é relativamente facil de conseguir uma vaga em alguma terceirizada...

so que com o tempo passando, o sujeito se da conta de que nao esta construindo nada, que no ano que vem, se a empresa perder o contrato, ele sai junto para sabe-se la onde...

e nao adianta mudar para a terceirizada que entrar no lugar da anterior...

os salários são sempre achatados...

é a tal lei do mercado...

Anônimo disse...

A Maria do Rosário já deu alguma dentro na vida dela ?

Anônimo disse...

tem que ser muito burro pra pensar que a terceirizaçaõ acaba com direitos trabalhistas...

as MESMAS regras trabalhistas servem pro contratado direto e para o terceirizado.

parem de acreditar nas mentiras da esquerda.

Anônimo disse...

Nesse caso, estou com o Deputados que votaram contra. Uma coisa era o TST liberar a terceirização para alguns serviços de atividade meio, com a condição de que caso a empresa contratada não pagasse os trabalhadores o Empresa principal se obriga a pagar (responsabilidade solidária).

Outra coisa é liberar geral como quer a lei sem garantia de pagamento, caso a empresa terceirizada venha a falir. Sem contar que as empresas vão demitir o funcionário e depois recontratar, via empresa terceirizada, por menos da metade do salário. Vai pegar, inclusive jornalistas, principalmente trabalhadores de classe média alta, hoje a favor da terceirização.
Muito me admira o PDT/PTB de Vargas e Brizola votarem a favor desse lei.

Anônimo disse...

Opa opa opa o editor esta zombando da inteligência alheia?