UOL diz que tem a lista do Swissleaks desde o final de 2014. O governo Dilma conhece os nomes e não ajuda a identificar quem cometeu infrações.

O deputado Paulo Pimenta pode parar de produzir factoides em torno dos nomes dos correntistas brasileiros flagrados no HSBC da Suiça, simplesmente porque o seu governo, o governo Dilma, sabe quem são eles e não colabora para identificar quais os que cometeram infrações fiscais. Esta surpreendente informação foi passada esta tarde pelo jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, que produziu texto com amplas explicações sobre o material que tem em mãos desde o final do ano passado, tudo no âmbito do Swissleak. Desde aquela época, ele e outros jornalistas do UOL fazem uma varredura na lista, que só será publicada se for constata flagrante crime cometido pelos correntistas. O texto de Fernando Rodrigues permite concluir que não existem políticos na relação e nem alguém ligado á Petrobrás. Leia o trecho mais importante do blog do jornalista:

O Blog vem tentando apurar esses dados desde o final do ano passado. Esbarrou na má vontade das autoridades brasileiras, que têm meios para rapidamente identificar eventuais irregularidades.
Uma fração mínima de nomes sob os quais há alguma suspeita foram mostrados ao governo, de maneira reservada. A apuração demorou mais de três meses e continua incompleta. Ou seja, não há interesse da administração pública federal comandada pela presidente Dilma Rousseff em apurar o que ocorreu.
O Blog e o UOL entendem que o governo não pode revelar os nomes de quem cometeu crime fiscal. Mas pode dizer –e a sociedade tem o direito de saber– quantos são os que mantiveram dinheiro de forma irregular no HSBC da Suíça.
Com a falta de interesse e disposição do governo, o Blog está fazendo já há algum tempo uma minuciosa checagem de todas as mais de 8.000 linhas de informações sobre brasileiros correntistas no HSBC da Suíça.
Quando for identificado algum nome que possa estar relacionado a um fato ou atividade de interesse público, o titular da conta bancária será contatado para que possa explicar do que se trata o valor depositado no HSBC. Uma reportagem será publicada a respeito.
A lista completa nunca será publicada? Não, pois seria uma invasão de privacidade indevida no caso de pessoas que podem ter aberto contas no exterior de boa fé, respeitando a lei e pagando impostos.

O ICIJ vai publicar algum dia todas as informações? Não.

7 comentários:

Anônimo disse...

Mostrar para o governo nome de endinheirados em paraíso fiscal só serviria para o governo de bandoleiros do PT chantagear os próprios criminosos. Bota jornalista inteligente este do UOL. Ou é tolinho propositadamente!!!

Anônimo disse...

Somos um pais "chinelo" simples assim !

Anônimo disse...

Vai ajudar por que, se são todos amiguinhos.

Anônimo disse...

A Dilma declara que persegue a corrupção, mas não toma nenhuma atitude para saná-la. É só conversa fiada.

Anônimo disse...

Políbio, e tenho certeza que o Lula não faz parte dessa lista, porque o x9 petralha é tão covarde que colocou o próprio filho como laranja no seu enriquecimento ilícito!

Anônimo disse...

Os Petralhas estão em polvorosa para que se divulgue a lista pois sabem de algum modo que não existem comparsas por lá. Claro! Esses pistoleiros escondem a grana por métodos muito mais sofisticados.

Anônimo disse...

Tem que procurar os que tem passaporte cubano, venezuelano, iraniano, da Guiné Equatorial etc. E devem estar com pseudônimo...