Apesar de ganhar mais espaço no governo Sartori, PDT ainda não está satisfeito

Mesmo que o governador José Ivo Sartori tenha cedido à pressão do PDT e oferecido mais cargos ao partido, entregando-lhe a presidência da Corag e uma diretoria do Badesul, ainda há muitos pedetistas insatisfeitos com o espaço ofertado até o momento. Queixam-se de que não têm colocações estratégicas nas secretarias de Obras e da Educação, apesar de terem a titularidade em ambas.

Eles estão reclamando que seu papel no novo governo está muito aquém do protagonismo que dispunham na gestão de Tarso Genro, incompatível com o tamanho de sua bancada na Assembleia Legislativa, que responde por oito votos. E alertam que estes podem se reduzir a cinco ou seis, quando o governo precisar aprovar suas pautas.

6 comentários:

Anônimo disse...

Gringom, mamde este partidinho de merda pro espaço. São parasitas da maior qualidade.

Anônimo disse...

QUEM SABE NÃO PEÇAM O CARGO DE GOVERNADOR?
OU QUEREM O DE VICE TAMBÉM?

NÃO ESQUEÇAM QUE O PDT AJUDOU O PT
DESTRUIR O BRASIL.

Anônimo disse...

Faz como o Olivio, com a Dilma, Sereno, Carlos Araujo,e outros pedetistas dinossauros. Só fica no cargo se mudar de partido. Eles mudam, viram qualquer coisa pelo carguinho. PARTIDO DAS CHINA COMPRADA. E tu já foi desta zona, né Editor?

Anônimo disse...

O PDT só apoiou o gringo no segundo turno, e eu me lembro que o Collares, puxa-saco dos petralhas e da Dilma, que recebeu da presidanta uma boquinha de conselheiro da Itaipú, deu seu total apoio à candidatura do Tarso!

Anônimo disse...

O PDT tem por comportamento participar dos governos apenas os 3 anos iniciais, depois sai pra lançar candidato próprio e na sequência, senão vence a eleição, volta pro balcão de negociação. Prova é o que fez com o governo Tarso. Então é de se perguntar: PDT significa apoio em trocas de cargos?

Anônimo disse...

E o senador Lasier (lembram ainda dele?), qual a opinião dele sobre estas maracutaias de seu partido?