Leite terá reunião, hoje, com governadores de SP e Minas. Tema central será a reforma da previdência.

O governador Eduardo Leite está desde ontem em São Paulo.

Hoje ele conversará com a direção da GM, que ameaça abandonar o RS e o Brasil, exigindo sacrifícios dos trabalhadores, dos fornecedores e dos revendedores, bem como benefícios fiscais e financeiros dos governos municipal, estadual e federal.

Eduardo Leite também tem agenda com os governadores de SP e Minas. O tema central é a reforma da previdência. Os governadores querem que as propostas de Bolsonaro contemplem os interesses dos governos estaduais, impondo mudanças de cima para baixo.

Ontem, o governador esteve com o ex-presidente FHC.

3 comentários:

Anônimo disse...

FHC ta mais pra BHC.

Anônimo disse...



DE MODELO A TODA TERRA....PLUTOCRACIA COMO META DE VIDA...

O GOVERNADOR LEITE É INFORMADO DA PREOCUPAÇÃO DOS LIDERES DOS 03 PODERES DA MAQUINA PUBLICA ESTADUAL....IMAGINA SE A GM FECHA AS PORTAS ,VAMOS PERDER OS MILHÕES EM IMPOSTOS E O PARCELAMENTO DE SALÁRIOS VAI ATINGIR LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO, ATUALMENTE FORRA DA REGRA DO PARCELAMENTO...DESESPERO NO WHISKY 12 ANOS/EUROPA E NO SALÃO SEMANAL E NO BOTOX....

OS EMPREGOS DA INICIATIVA PRIVADA!!! SÉRIO!! SERÁ QUE COGITARAM FALAR DO ASSUNTO....



Anônimo disse...

Não nos esqueçamos que foi no governo Lula que surgiu a necessidade da Reforma da Previdência. Ele só não a fez porque achava que perderia votos, então achou melhor que o país continuasse penando mas ele continuaria em alta. Hoje o Presidente Bolsonaro terá que enfrentar e fazer essa Reforma da Previdência pelo bem do país e talvez para quem não entende ou faz questão de nao entender, crucificará o Presidente.