Papa diz que educação sexual nas escolas deve ser realizada sem "colonização ideológica", de modo objetivo

O papa Francisco afirmou na segunda-feira que apoia o ensino de educação sexual nas escolas, mas disse que o tema deve ser tratado pelos professores livre de "colonizações ideológicas". A declaração foi dada durante coletiva de imprensa durante a Jornada Mundial da Juventude, realizada no Panamá.

As informações são do Estadão.

O Papa também disse que o ensino deve ser objetivo e livre de "colonizações ideológicas" porque "destroem a pessoa".  Segundo ele, é importante escolher bem os professores que irão abordar o tema. E ensinou:

— O ideal é que se comece em casa, embora as vezes não seja possível porque as famílias não sabem lidar com o assunto e a escola tem que fazer esse papel.

22 comentários:

Gilson Carvalho de Oliveira disse...

O padres podem ajudar no fundo da sacristia!

Anônimo disse...

Engraçado, o mundo animal nunca recebeu educação sexual, o que há de errado com eles?

Anônimo disse...

A China faz controle de natalidade e tem a maior população mundial, parem de meter o bedelho, isso é questão de foro íntimo.

Mordaz disse...

Com ideologia de gênero também?

Anônimo disse...

Quem é que imaginou que o PAPA seria um grande entendido em assuntos sexuais??? Com a igreja pregando a abstinência sexual dos padres, como é que o PAPA, sendo um "abstinente sexual juramentado", ou seja, um NÃO PRATICANTE DA SEXUALIDADE pode dar palpites sobre um assunto que ele conhece só de ouvir falar??? Ou o PAPA tem cartas na manga (ou escondido debaixo da batina) para opinar sobre a sexualidade que lhe é proibida praticar?????

Anônimo disse...

A educação sexual tem que ser dada para a própria igreja que durante séculos vem cometendo pedofilia e abusos sexuais.Não faz o dever de casa e quer falar em educação sexual.Isso tudo é o sexo reprimido.O ser humano é um ser sexual,todas as células são sexuais.Os padres fazem votos de castidade e depois não aguentam o tranco.

Anônimo disse...

o comuna argentino é inacreditável...

Anônimo disse...

Que esse papa entende de educação sexual, bando de estupradores de crianças.
As escolas devem se ater somente ao conteúdo acadêmico...o mais é berço, educação vem de casa

Anônimo disse...

O Papa devia se lembrar da evangelização dos índios, e de outras cositas más!

Telhado de vidro.

Anônimo disse...

Foi perfeito, tenho duas filhas e em casa eram muito bem educada para não cairem em emboscadas desse mundo mundano, principalmente na internet que é ter o mundo, bem e o mal, dentro de sua casa e disponível às criancas e aos jovens.

Anônimo disse...

Papa comunista. Nossos educadores ensinam a inversão da sexualidade e a libertinagem que produz crianças gerando crianças. Cansada de ver mães e pais de 13 ou 14 anos ( até 11 anos) que deveriam estar brincando e estudando. São crianças. Que aprendam sexo depois dos 16 ou 17 ( no minimo) concluído o ensino médio.

Anônimo disse...

deveria é devolver as toneladas de ouro que levaram de Minas Gerais.

Anônimo disse...

Ainda há gente que liga para que o Papa diz?

Anônimo disse...

Deveria é proibir comício politico em cemitério, como esta a acontecer agora no enterro vavá.

Anônimo disse...

objetivo e livre de "colonizações ideológicas"

so pra vermos o tanto que a Igreja é completamente deslocada da realidade...

sim, espera sentado que dando esse poder para os profis eles vao ensinar tudo sem ideologia...

Alaor disse...

Pra ver como o ser humano é um animal depravado.

Cris disse...

Estudei em um colégio de Jesuítas "NESTA CIDADE" há mais de " TRINTA ANOS ATRÁS " e naquela época "JÁ HAVIA" educacão sexual na escola...
Também levavam ratos na aula de biologia e injetavam drogas neles para que nós acompanhássemos a mudança de comportamento dos mesmos...
Educar para jesuítas também é isto...
As vezes tenho a impressão que o Brasil tem um pouco de esclerose... acorda meio perdido de quem sempre foi...
O Papa só está dizendo que deveriam continuar fazendo ou começarem a fazer o que as crianças que eles educam sempre tiveram... o melhor que uma escola pode oferecer...

Anônimo disse...

O COMUNA ARGENTINO DEVE ENTENDER É DE PUNHETINHA! E DE VEZ EM QUANDO DE PADRANAL! O QUE ELE NÃO DEVE ABRIR A BOCA É PARA O SEXO HETERO E PARA IDEOLOGIA POIS NADA ENTENDE! ISSO É ASSUNTO PARA OS COMUNS DOS MORTAIS.

Anônimo disse...

Maldito argentino usurpador a serviço do capiroto!

Anônimo disse...

Os jesuítas são famosos pelo "excelente ensino sobre sexualidade" as crianças em seus "seminários".
O papa ("p" minúsculo come ele merece) devia se meter onde as "ovelhas" católicas mais necessitam: VENEZUELA.
Mas não, como o problema é causado por socialistas bolivarianos (piores que os comunistas sul-americanos) então a "sua Santidade" silencia covardemente.
Sou católico por educação familiar, continuarei a prática por convicção apesar do papa atual e conheço bem a História da Humanidade (aprendida parte na Europa e não nas escolas ideologizadas idiotamente no Brasil),para saber que muitos papas que passaram por Roma eram criminosos, desonestos e não praticantes do que a Igreja prega e ensina.
Então, dane-se o papa e seus acólitos (CNBB e os entregadores de hóstia para o LuLADRÃO, que é ateu ou não católico).

Anônimo disse...

Não, ele é nojento!!! Asco dele! Asco da igreja católica! Vergonha!

Anônimo disse...

Privatiza as escolas e acaba com isso de uma vez.
Faz consórcios e quem arrebanhar as grandes escolas das capitais, tem obrigação de manter as mais afastadas do interior.
O governo entrega as instituições como patrimônio do jeito que estão, como concessão de uso de 20 anos prorrogáveis por mais 20 anos, depois revertem de novo para o governo.
No contrato tem que manter a manutenção, reformas, fazer ampliações se necessário, e manter o material didático moderno e atualizado e em perfeitas condições de uso.
Merenda escolar de qualidade.
Turnos integrais para uma certa faixa etária.
E o governo só tem que repassar o valor por aluno matriculado e frequência assídua, o correspondente a uma mensalidade de valor médio de mercado, e nada mais. Com isso o governo economizará muito e dará um ensino de qualidade. O aluno que não for assíduo e reincidente perderá o direito ao colégio gratuito.
Parte dos professores serão absorvidos pelo governo, parte será aposentada, parte poderá optar por receber uma indenização ao se desligar totalmente do serviço público, outros serão cedidos para essas escolas, custeados pelo Estado, não havendo mais nomeações por conta do governo. Não haverá mais provimento até o término de todos os contratos públicos de magistério. Os cargos de magistério concursados serão todos em extinção. Não haverá mais contratos temporários, nem matrículas extras, como se vê hoje para o professor dar uma ou duas aulas por semana. Poderá ser contratado pela escola para até duas matrículas e trabalhará seu turno de forma integral, e sem gavetas. E o tempo de aposentadoria será igual a todos os demais trabalhadores. Isso e mais um pouco.
Os professores tornaram a sala de aula em palanque político, agora tem de arcar com as consequências.
Regime militar nas escolas é o melhor!!!