Artigo, Michael Penfold, Prodavinci - A Venezuela depois do 10 de janeiro

A Venezuela entrou em dias de trevas. Não existe outra forma de descrever o que acontece no País.

O dia 10 de janeiro marca a decisão voluntária de uma parte do chavismo, assim como do estamento militar, de permitir que na Venzula se entroniza uma classe política que optou por desmantelar o estado democrático de direito e abandonar todos os vestígios de origens democráticas. A partir desta data, como resultado desta dinâmica, o que se avizinha é a natural ocorrência da anarquia, o aprofundamento do isolamento internacional e a quebra completa e definitiva da economia venezuelana.

CLIQUE AQUI para ler tudo. O texto está em espanhol.

6 comentários:

Anônimo disse...

A aberração da natureza Gleisu acha que não. Fico pasmo com os paranaenses votando nesta chinela. Que povo imbecil. A mulher tem cara de diabo. Estopor

Anônimo disse...

nos fomos salvos pelas nossas FFAA...

e pela segunda vez!

e tem otario que ainda cai no papo de comunista de que os nossos militares são fascistas...

eles nos livraram disso, tanto em 64, como com a mandioca alucinada, que tinha a intenção de garrotear os manifestantes que foram pedir o impeachment mas foi impedida pelo General Villas Boas...

somos uns mal agradecidos, isso sim...

Anônimo disse...

A Venezuela que se lixe...Quem mandou votarem nesses tiranetes ? Quando optaram por eleger o Chaves em 1999 ate um crianca de 8 anos sabia Como iria terminar...Agora eles que resolvam !!

Anônimo disse...

A foto ao lado diz tudo..Na direita ao fundo ,quem realmente manda na Republica Bolivariana... e de quepes e boinas vermelhas...
Joel

Gasparzinho disse...

Maduro está isolado. Sem prestígio.
Não permanecerá no poder. Seus dias estão contados.

Anônimo disse...

Vamos ver se o que resta de povo e de forças armadas darão apoio ao "presidente interino". Maduro está desprestigiado, mas tem dinheiro e acólitos armados.