Falta pouco para fechar a lista de novos ministros de Bolsonaro

Com a nomeação de Luiz Henrique Mandetta para o Ministério da Saúde e a manutenção de Wagner Rosário na Controladoria Geral da União (CGU), o presidente eleito Jair Bolsonaro deixa poucos espaços vazios na Esplanada.

As expectativas, agora, recaem sobre as vagas ainda em aberto. O grupo Educação, Minas e Energia e Infraestrutura é prioridade.

3 comentários:

Anônimo disse...

Amélia sim( ) ou não( ) vota aí talquei 😎.

Anônimo disse...

Uma má escolha esse Mandetta. Envolvido em desvio de recursos do MS, qdo secretário de saúde. Até o Dr. Ray seria melhor escolha.

Anônimo disse...

parabens