Jerônimo Goergen entra na lista dos ministeriáveis. Ele é cotado para a Agricultura.

Bolsonaro deve anunciar o novo ministro da Agricultura nesta quinta-feira, o que é pouco provável, porque o presidente não dividirá os holofotes de Moro com o do novo titular da Agricultura.

O presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Nabhan Garcia, vai indicar o nome do deputado gaúcho Jerônimo Goergen (PP-RS) para assumir o ministério da Agricultura. Nabhan afirmou que essa é uma indicação da base produtora.

A bancada ruralista vai apresentar ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, duas outras sugestões: o nome do deputado Marcos Montes (PSD-MG) e de Xico Graziano, agrônomo e ex-secretário de Meio Ambiente de SP. 


8 comentários:

Anônimo disse...

Xico Graziano???

o ex-tucanão de primeira grandeza???

ta certo que fez uma mea culpa recente, mas...

Bolsonaro, abre o olho!

ainda bem que o fantasma da Ana Amelia para ter sido afastado...

alias, como eu disse, passada a eleição a senadora ficaria com o filme queimadíssimo e o Xuxu desapareceria...

ainda estou pra entender como ela entrou nessa canoa furadíssima...

poderia hoje estar fazendo parte dessa equipe fantastica que o nosso presidente esta montando...

mas resolveu se meter com um sujeito que enroscou com o desprezível Centrão...

Anônimo disse...

Agricultura e Meio Ambiente né?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Alaor disse...

Eu acredito que o ministro da agricultura será uma mulher. É a única pasta em que há mulheres cotadas. Bolsonaro não fará um ministério só de homens. Isso seria confirmar que ele é machista.

Anônimo disse...

Essa possibilidade ests fora de cogitação até porque seria um desprestígio para o ministério da agricultura.

Anônimo disse...

🇧🇷 Muito me alegra BOLSONARO cumprir sua primeira promessa não de campanha mais ao povo que fez campanha por ele e o elegeu para acabar com a roubalheira e com Sérgio Mourão a frente de um super ministério justiça e o General Heleno a frente das FFAA e com Paulo Guedes a frente da economia teremos muita prosperidade em pouco tempo.
O Brasil deve muito a Sérgio Moro se não divulgasse a gravação entre Dilma e o bunda suja e presidiário Lula hoje seríamos uma Venezuela

Anônimo disse...

Nesse ministério deve dar algum gaúcho.
Vejamos: o Heinze é cotado, a Ana Relho é cotada, e agora o Goergen.
Daquela turma do Caiado não tem ninguém?

Anônimo disse...

JeronJer Goergen e Luis Carlos Heinze:
Os dois melhores nomes no momento