Roger Waters usou até crianças para confrontar Bolsonaro no seu show de Porto Alegre

Em Porto Alegre, ontem a noite, Waters usou crianças do projeto Ouviravida para fazer doutrinação ideológica, repetindo o mesmo mantra usado na segunda-feira por colégios de Porto Alegre, e cunhados por líderes do Psol, PT e PCdoB contra o governo eleito democraticamente no domingo.  O show usou as crianças fez com que elas vestissem camisetas com a mensagem política ultra-esquerdista  "Resist" (ao lado, foto enviada ao editor por um leitor desta página. 

 Na última apresentação da passagem pelo Brasil, com a turnê "Us+Them", o cantor Roger Waters manteve em Porto Alegre, ontem a noite, o tom de protesto e apresentou clássicos da banda icônica do rock progressivo para uma multidão de 44 mil fãs.

O telão com nomes de líderes políticos mundiais apontados como neofascistas pelo músico apareceu em Porto Alegre novamente, no intervalo que divida a apresentação. O nome do agora presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, apareceu com uma tarja de censurado.

E recebeu fortes vaias do público.

15 comentários:

Anônimo disse...

Lixo!

Anônimo disse...

Os fascismopatas possuem a mesma demência dos esquerdopatas.Pobre da população de bem que precisa conviver no meio de gente demente. Vai te tratar editor. Urgente

Anônimo disse...

Qualquer semelhança com os camisas negras de Mussolini ou a Juventude Hitlerista é mera coincidência.O

Mordaz disse...

Povo colonizado. Aculturado.

Anônimo disse...

A ação tem de condenar esta produtora a devolver os milhões que pegou da Lei Rouanet para fazer propaganda política pró esquerda. Absurdo. Gringo roqueiro safado. O negócio dele é dinheiro.

Anônimo disse...

Onde esta temer que não faz cumprir a lei do nosso país adequando o artista ao que diz nossa constituição? O procedimento deste homem fere a lei. Mas entendo também como os retentores do mundo velho. O novo.mundo está nascendo.

Anônimo disse...

O roqueiro estrangeiro recebeu uma bolada da Lei ROUANET, dinheiro público de renúncia fiscal, veio ao Brasil pelas mãos de sua produtora T4F, fez vários shows políticos durante as ELEIÇÕES , fustigando o candidato Bolsonaro, eleito Presidente, e fica tudo por isto mesmo ??? Imaginem se no Reino Unido, seu país natal, um artista brasileiro , fazendo uma performance politica durante as ELEIÇÕES, não teria sido preso e expulso ??? Tia Glória.

Anônimo disse...

AHH, QUE É ISSO?
ELAS ESTÃO DEXCONTROLADAS

Anônimo disse...

esse mqaconheiro filho da puta encerra a carreira de forma melancolica sendo vaiado onde quer que vá

Anônimo disse...

MAS É MUITA BABAQUICE PAGAM PARA VER UM IDIOTA CUSPIR NA CARA DELES. QUEM FOI NO SHOW É UM IDIOTA BABACA.

Anônimo disse...

Palhaço comunista e covarde. Usando crianças, equipamentos e engenharia produzidos pelo maior esforço do capitalismo, é um fdp capitalista, e vem querer dar uma de esquerdinha revoltado e anti semita. Por favor, não volte mais ao Brasil. VTNC.

Anônimo disse...

O vaiado foi o bolso fascista, véinho...

Anônimo disse...

Haverá manifestação do MP-RS sobre essa participação de crianças?

Cris disse...

Os ingressos para o show foram vendidos meses antes da apresentação...
Comprei o meu no verão passado...
Mas não me senti confortável com duas coisas:
1 - O bizarro anúncio do show de um tradicionalista antes de um "concerto de rock" ,o que já é um discurso completo sobre a produtora e o modo como faz contratos , e que , em termos musicais, pode ser descrito como uma dissonância...
2- A insistência no discurso político durante o show apoiando o partido de um meliante responsável pelo maior escândalo do corrupção do planeta...
Ser contra o fascismo é uma coisa... apoiar o Haddad é outra coisa bem diferente...
O ingresso não custou uns trocados...
mas havia tanto ruído envolvido que preferi ficar em casa...
Foi o primeiro concerto do Roger em Porto Alegre que não fui e não sai com camiseta e fita para a testa...
A razão para tanto ruído envolvido algum dia será revelado...
Por enquanto ficou a perplexidade de um concerto que sempre foi maravilhoso ter tantas dissonâncias patrocinadas pelo back stage...

Anônimo disse...

Maconheiro filho da puta? Hahahahah. Ta falando de uma lenda do rock, deixa de ser ridículo seu lixo nazista. Vamos fuder com esse governo nazista seu humano, vá ler e se inteirar dos fatos seu walking dead