Queda bruta de 14,1% na produção de veículos em agosto, empurrará produção industrial para baixo

A produção total de veículos, exceto máquinas agrícolas, somou 177.726 unidades em agosto, segundo os dados divulgados na terça-feira pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o equivalente a uma redução de 14,1% em relação a julho, descontada a sazonalidade. Todas as categorias apresentaram recuo no período, com destaque para a retração de 30,9% da produção de comerciais leves, seguida por caminhões, automóveis e ônibus, com redução de 11%, 10,5% e 3,8%, nessa ordem. No mesmo sentido, as vendas ao mercado interno recuaram 7,9% em relação a julho, na série livre de efeitos sazonais, registrando variação negativa em todas as categorias, com exceção de comerciais leves, que apresentou uma leve alta de 0,6% na margem. As vendas de ônibus caíram 38% e as de caminhões e automóveis registraram uma variação negativa de 13,4% e 9%, nessa ordem, também excetuados os efeitos sazonais. 

O recuo mais acentuado da produção em relação às vendas permitiu certo ajuste dos estoques, que caíram 6,6% em agosto ante o mês anterior, descontados os efeitos sazonais. 

Para os próximos meses, economistas como os do Bradesco, conforme sua newsletter desta manhã, estimam leve recuperação das vendas, refletindo a melhora dos índices de confiança e a continuidade de ajuste dos estoques e da produção. Ainda vale dizer que esse fraco resultado da produção de veículos deve puxar para baixo o desempenho da indústria no período, após as altas observadas nos meses anteriores. 

6 comentários:

Anônimo disse...

ué??? o governo golpista de vocês não se mexe, ineptos? quatro meses e nadaaaaaaaaaaaaa???

Anônimo disse...

a dilmentira ja deveria estar presa- obstruçao da justiça é crime,delcidio ex senador do pt foi preso por muito menos, assim como outros crimes dela - lesa patria, emiçao de titulos sem autorizaçao do congresso, emprestimos ilegais em segredo a varios paises sem autoriozaçao do congresso, compra da sucata pasadena, a dona dilma tambem quebrou o setor eletrico, sem falar do q ela e o pt fizeram ao pais- caos e rombo nas contas jamais vistos, pela 1 vez teremos pib negativo 2 anos seguidos, desemprego, divida saltou e está em mais de 4 trilhoes juntando a externa e interna,tudo isto sem termos tido crises mundiais, fhc sim enfrentou 3 crises mundiais mas dilma nao ... ela foi irresponssavel, mentirosa,incompetente, suja, = pt saudaçoes- dilma aumentou a gastança em cartao corporativo gastou quase 50% a mais do que lula e isto q lula tb gastou mais do que fhc. , leiam la no diario do poder

Anônimo disse...

Com toda a redução de produção e vendas e mesmo assim elas não baixam o preço do carro....só no Brasil....

Anônimo disse...

Resultado de um pais com um governo fraco, incompetente e com as mãos amarradas pelo congresso

Anônimo disse...

ESSA CRISE ECONÔMICA TEM AS DIGITAIS DE TEMER E DO PMDB!

Temer, o PMDB e seus aliados não poderão falar em "herança maldita", afinal de contas, o PMDB esteve com Lula e Dilma construindo e participando ativamente de todas as medidas políticas e econômicas do governo anterior!

Vejamos a participação do PMDB apenas no último ano do governo Dilma; tivemos o PMDB nesses ministérios:
Mauro Lopes (depois foi Eliseu Padilha) (Secretaria de Aviação Civil),
Helder Barbalho (Secretaria dos Portos),
Eduardo Braga (Ministério de Minas e Energia)
Marcelo Castro (Ministério da Saúde)
Celso Pansera (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação)
Henrique Eduardo Alves (Turismo)

O PMDB foi aliado de Collor, Itamar Franco, FHC, Lula e Dilma.

Essa crise econômica tem pai (Temer) e mãe (Dilma)!!!!

Anônimo disse...

Mas continuam lançado novos modelinhos maquiados e agora com um motorzinho de 3 cilindros e aumentaram os preços.Lucram 10% em cada carro enquanto que nos USA é de 2%, ou seja eles tem muita gordura para queimar e aguentar até o fim do ano. e outra cade os metalúrgicos da CUT que não protestaram contra a Dilma só falta botar a culpa no Temer ou no FHC. Que apodreçam nos pátios. Compre uma bike ou ande de Uber..

Joel