Teori nega pedido de defesa de Dilma para que Temer permaneça como interino

Teori rejeita volta de Dilma.


O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido liminar (provisório) feito pela defesa da ex-presidente Dilma Rousseff para manter o presidente Michel Temer na condição de interino até que a Corte analise de forma definitiva os recursos sobre o impeachment da petista.

No despacho, Teori afirma que só em "hipótese extremada" o Tribunal deve intervir de forma "precoce" - ou seja, em liminar - na decisão sobre impeachment de presidente da República. "Somente em hipótese extremada - em que demonstrada a existência, no processo de impedimento, de uma patologia jurídica particularmente grave - é que caberá uma intervenção precoce na decisão", escreveu o ministro.

4 comentários:

Anônimo disse...

PTralhas, não amolem!

Anônimo disse...

Basta de retrocessos!
A maldita que seja julgada o mais rápido possível, junto com o cachaceiro, vá cumprir sua sentença em uma penitenciária.
Srs. Ministros do STF, deixem o Brasil voltar a crescer, pelamordedeus!

Anônimo disse...

Chorem petralhas, admitam que dói menos.

Anônimo disse...

DITADURA DO PT NAO QUER LARGAR O OSSO