Saiba quanto pode gastar cada candidato a vereador e a prefeito

Os novos limites de gastos para candidatos a prefeito e a vereador em todo o País foram divulgados hoje pelo Tribunal Superior Eleitoral.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, o candidato à prefeitura de Porto Alegre poderá gastar até R$ 5,8 milhões no primeiro turno. No segundo turno, o candidato poderá gastar até no máximo R$ 1,7 milhão. (Veja a tabela abaixo)

A segunda cidade com maior valor estipulado como teto para os gastos na campanha é Canoas, na Região Metropolitana. O candidato a prefeito poderá gastar R$ 1,9 milhão no primeiro turno e mais R$ 573 mil, se houver segundo turno.

Os candidatos a vereador também terão limite máximo de gastos estipulado pelo TSE. Em Porto Alegre, o candidato a vereador poderá gastar até R$ 429 mil.


Em Canoas, quem disputar uma vaga na Câmara Municipal poderá gastar até R$ 138 mil. Já em Viamão, na Região Metropolitana, o gasto de um candidato a vereador não poderá extrapolar R$ 52,6 mil.

CLIQUE AQUI para conhecer a lei e aprender a fazer o cálculo de gastos.

5 comentários:

Anônimo disse...

PAPEL TUDO ACEITA.

Anônimo disse...

ANTES SUPER FATURADO, AGORA SUB-FATURADO, TUDO NA MESMA.

Anônimo disse...

Pelo que se apura de outros blogg este critério de gastos em alguns lugares leva em conta outras 'diretrizes'.

Anônimo disse...

É muito diinheiro. Não consigo imaginar onde gastar tanto para fazer campanha em um único município. É desperdício!!!!!

Anônimo disse...

Fora o caixa dois