Artigo, Luiz Carlos Bohn - Foi para aumentar salários de servidores que aumentamos o ICMS ?

* O título original do artigo é "Foi para isso que aumentamos o ICMS ?"

No ano passado, lutamos para que a Assembleia Legislativa não aprovasse o aumento do ICMS. Nosso argumento era: com aumento de tributos, além de extremamente danoso para a economia em um momento de recessão, o valor passaria a ser consumido por elevação de gastos correntes e não resolveria o problema fiscal do Estado. Trabalhamos muito tentando sensibilizar a todos os deputados gaúchos.

Na última semana, a mesma Assembleia Legislativa que decidiu aumentar a carga tributária sobre 11 milhões de gaúchos, ao derrubar o veto do governador, elevou os salários de cinco categorias de servidores públicos que estão no topo do ranking salarial do Estado. O impacto nas contas públicas, para 2016 e 2017, é estimado em R$ 200 milhões.


Foi para isso que aumentamos o ICMS?

CLIQUE AQUI para ler tudo.

16 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza, já estava tudo acertado.

Anônimo disse...

Tempos passados quando ainda não sabíamos como políticos pensam, poderia pensar que não tem nada a haver, mas isso tempos passados, hoje não.

Anônimo disse...

é claro,ou você achava que era para que?
e mais vao aumentar mais novamente para a mesma finalidade.
ou você acha que a gauchada comuna quer o que?
retorno para os trouxas que pagam certamente não é.

Anônimo disse...

É óbvio que foi !
Assim como o governo federal, distribuiu aumentos e agora falam em mais impostos.
Enquanto os brasileiros não funcionários públicos não se rebelarem contra isso, será sempre a mesma história.

Anônimo disse...

Mas é claro que foi
nem precisa publicar artigo para constatar tamanha barbárie que o GRINGO fez com os gaúchos. antes deixa-se o PT que não aumentou impostos, agora com esse gringo do PMDB aumentou tudo para nos contribuintes, e deixou tudo pior. a segurança pública, a saúde, a educação e aumentou imposto ainda, e pior mantém tudinho como era com estatais comendo tudo CEEE,FDRH,FEE,etc.........

Anônimo disse...

Servidor público não sonega imposto dentre outros motivos, porque é impossível. Assim, dois efeitos serão produzidos com o 'aumento' dos servidores: incremento na produção, pois o servidor vai consumir produtos e serviços, e parte desses valores retornará aos cofres do Estado, por meio de impostos, que o servidor também paga e não sonega.

Anônimo disse...

ISTO É UMA VERGONHA , VAMOS APAGAR AS LUZES E IR EMBORA DESTA TERRINHA DE VIGARISTA .......................

Anônimo disse...

Vergonhaaaa, quando aumentaram ICMS eu falei que iriam dar reajuste para os servidores. E COM PRORROGAÇÃO DA DÍVIDA DOS ESTADOS VÃO DAR NOVOS AUMENTOS PARA A ESCUMALHA, LOGO QUANDO TIVEREM QUE PAGAR A UNIÃO O DESASTRE VAI SER MAIOR.

Anônimo disse...

Esse aí descobriu a América. Vou dar outra informação "surpreendente" para o Sr. Bohn. Este foi motivo de termos aumentado o ICMS EM TODAS AS OUTRAS VEZES, e O ICMS COMEÇOU COM ALÍQUOTA DE 7%!!! HOJE É 18%!!

Anônimo disse...

Politico é tudo corja!!

Anônimo disse...

PRIMEIRA CLASSE: SERVIDORES PUBLICOS
SEGUNDA CLASSE: TRABALHADORES DA INICIATIVA PRIVADA...

UM PRIMO QUE É INATIVO, RECEBE UNS R$ 19 MIL/MÊS, É UM TANSO, ATÉ SEUS IRMÃOS FICAM P DA VIDA POIS ELE TRABALHOU MUITO POUCO, OU MELHOR ELE IA PARA A REPARTIÇÃO PUBLICA, NADA MAIS.NOS CHURRASCOS VEM O ASSUNTO DOS IMPOSTOS E DOS SALÁRIOS DOS INATIVOS DO ESTADO, QUASE SAI PORRADA, O PRIMO BOM VIVAM AINDA DEBOCHA, EU AVISEI FAZ CONCURSO PUBLICO, NÃO FICA NA INICIATIVA PRIVADA, BEM FEITO PRA VOCÊS...
-QUANDO O PRIMO OUSA DIZER QUE CONTRIBUIU PARA TER APOSENTADORIA INTEGRAL, APARECE A FAMÍLIA TODA, E PROVA, PROVADO QUE É MENTIRA....

E A VIDA CONTINUA, MAIS IMPOSTOS SERÃO CRIADOS PARA MANTER PRIVILÉGIOS, DIAS, MESES, ANOS, FÉRIAS, PRAIAS, VINHOS, APTOS, CARRÕES, ESTE MUNDO NÃO NOS PERTENCE....

BEM FEITO PARA INICIATIVA PRIVADA QUE FICA CALADA, SOMENTE PAGANDO A CONTA.

Anônimo disse...

E o contrário também é verdadeiro. Os "não servidores" pagam menos imposto, gastam mais em consumo, sentem-se menos lubridiados e o governo também arrecada. É melhor assim. O setor público não sonega, mas gasta mal os tributos e prejudica a sociedade. MENOS GOVERNO!!!!!!

ganhatudo disse...

Não, não foi para aumentar o salário de servidores que ocorreu o aumento do ICMS.
O aumento do ICMS foi, na verdade, para pagar o aumento dos servidores já concedido pelo governo anterior. Ou vocês não sabiam que o governo anterior concedeu aumentos até 2018?
Já os atuais reajustes concedidos para os servidores de segunda classe não devem ter suporte nas finanças píblicas.
Sem falar no aumento dos servidores de primeira classe que obrigatoriamente virá quando do reajuste dos subsidios dos Ministros do STF e do Procurador Geral da República, pois ocorrerá aumentos em cascata aos Juízes, membros do MP, Deputados, Conselheiros do TCE etc...
Já os servidores de terceira classe continuarão sem qualquer reajuste, sabe-se lá por quanto tempo. Servidores de terceira classe são os servidores do Poder Executivo. Claro que esta divisão em classes é especificamente em termos de tratamento salarial, sem qualquer outra alusão depreciativa.

Anônimo disse...

Alguém avisa o ganhatudINHO das 17:14 que o reajuste (e não aumento) do governo anterior foi para os servidores do executivo, os que mais sofrem e foi aprovado pela AL por todos os Deputados, inclusive de PMDB, PP, PSDB, PPS, etc, ou seja, no governo anterior a OPOSIÇÃO TINHA MAIORIA, portanto poderiam ter votado CONTRA e o reajuste não seria concedido.

Já o atual governo, com maioria de Deputados na base aliada, passou tudo de roldão, inclusive aumento do ICMS, tal como ocorreu no governo Brito e Rigoto, todos do PMDB.

O atual aumento (reajuste) foi para os funcionários do Judiciário, MP e TC, para os funcionários do Executivo nadica de nada, o tiririca foi traído pelos seus próprios aliados que cassaram seu veto.

Ademais, as contas do governo anterior foram aprovadas pelo TCE por todos Conselheiros e com louvor, sendo que apenas um dos Conselheiros é indicação do PT, ou seja, poderiam ter rejeitados as contas.

Anônimo disse...

Alguem esperava alguma coisa de boa do PMDB?

Roberto disse...

Novamente, mais privilégios para a "Aristocrática" categoria de servidores públicos! Nenhuma novidade em se tratando de uma República Bananeira!