Demissões continuam fortes no varejo do RS. Foco central são grandes cidades. Situação vai agravar-se.

Os indicadores de emprego no comércio gaúcho registraram, no mês de maio, a extinção de 891 postos de trabalho no setor em todo o Rio Grande do Sul. O levantamento realizado pelo Departamento de Pesquisas da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, embora seja preocupante, mostra que houve redução das demissões, uma vez que, em abril, ocorreu o fechamento de 1.687 vagas de emprego.

Os números demonstram que o atual momento da economia brasileira se reflete neste processo de extinção de postos de trabalho. 

As demissões continuarão à medida que a recessão se aprofundar e  estão concentradas em alguns dos maiores centros de consumo do Rio Grande do Sul.

Um comentário:

Anônimo disse...

Políbio,

Desde 2009 eu acompanho, de olho, algumas loja varejistas de calçada. Sempre as mesmas, pois é meu caminho.

Conto, da calçada, o número de compradores que estão em cada loja e faço um "gráfico mental", sendo mais um balizador das minhas previsões econômicas que uso PARA FAZER DINHEIRO NO MERCADO FINANCEIRO.

TÔ ASSUSTADO COM A QUEDA, mesmo prevendo PIB2015 de -2,00% desde MAR2015!!!!

JulioK