Golpe de Estado: com votos de Maluf, Genoíno e João Paulo, CCJ da Câmara aprova redução de poderes do STF

A PEC 33, que propõe submeter decisões do Supremo Tribunal Federal ao Congresso Nacional, desperta críticas duras de Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes, ministros do STF.

. A proposta partiu de Naqzareno Fonteles, PT, e foi apoiada pelo que existe de pior na Câmara. O objetivo é emparedar o STF às vésperas do julgamento dos embargos dos mensaleiros. A pressão sobre o STF para que livre da cadeia os bandidos do PT envolvidos no Mensalão é muito grande. A reação ao cerco ao Supremo é muito reduzida. 

- No contexto, a essa altura, na quadra vivenciada, ressoa inclusive como uma retaliação", disse Marco Aurélio

. Gilmar Mendes disse que "na nossa memória constitucional, isso evoca coisas tenebrosas".

. O  projeto proposto pelo deputado Nazareno Fonteles (PT-PI) foi aprovado pela CCJ e ainda precisa passar por comissão especial antes de ser analisado pelos plenários da Câmara e do Senado. O parlamentar afirma combater a "hipertrofia" do STF.

CLIQUE AQUI para ler análise de Ricardo Setti, Veja. 

7 comentários:

FAÇANHA disse...

ESSE PESSOAL É FASCISTA/COMUNISTA;SÃO GÂNGSTERES CAPAZES DE TUDO.

Anônimo disse...

Justamente com três condenados pelo STF. Pode?

Anônimo disse...

ninguem verá nenhum mensaleiro na cadeia, isso tudo foi uma tremenda perda de tempo,representar para todo mundo assistir como as coisa deveriam ser de fato de existisse seriedade em nosso pais por parte dos donos do circo. e tem gente que acredita ainda em mudança? vamos ser coerentes com nossa realidade, algumas coisas não mudarão se não tiver melhorias na educação do povo, e enquanto existir o famoso jeitinho Brazuca...

Anônimo disse...


Que por sua vez, o STF vai derrubar a decisão do Congresso que derrubou a decisão do STF e, isso vai terminar mesmo numa dizima periódica !

Nessa espiral de indecidibilidade (ou debilidade), prescrevem os crimes !

É disso que o véio gosta ...

Anônimo disse...

Correto, do jeito como está, sem e voto distrital e sem parlamentarismo
ficaremos cada vez mais engessados.

Engessados e vestidos com armaduras contra a criminalidade impune, já que armas para somente nos defender é ilegal.

Sem condições pra produzir, aumento de impostos para cada vez mais funcionários públicos serem sustentar por toda a vida.

Não sei até que ponto a passividade da plebe. Qualquer revolução hoje irá cair bem para os comunistas de plantão que irão querer tudo destruido e não parte.

Anônimo disse...

DISSOLUÇÃO DESSE CONGRESSO COM NOVA ELEIÇÃO NA PROPORÇÃO DE NUMERO DE HABITANTES.

CONTRA A INCONSTITUCIONALIDADE OUTRA INCONSTITUCIONALIDADE.

Com o próprio veneno da cobra se cura a picada.

É evidente que quem quer o caos são os comunistas de plantão!

Anônimo disse...

Pra quem achava que não podia ficar pior, ai está a prova de que podia.
É o começo do fim.
A escória definitivamente tomou o poder, e a sociedade estúpida e alienada nem percebe.
A nós resta a indignação, o nojo, e um comentário aqui e acolá nos blogs.
O voto seria a melhor arma se o povo soubesse usa-lo.