Cresceram 10,2% os emplacamentos de veículos em janeiro (sobre janeiro de 2018)

Os emplacamentos de veículos, excluindo máquinas agrícolas, implementos rodoviários e motocicletas, somaram 200 mil unidades em janeiro, segundo os dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). 

O resultado representou uma queda de 0,7% ante dezembro, já descontados os efeitos sazonais. O recuo no primeiro mês deste ano foi puxado pela variação negativa dos emplacamentos de veículos leves (-1,0%), que compensou o aumento dos emplacamentos de veículos pesados (5,7%). 

Na comparação interanual, os emplacamentos totais cresceram 10,2%

O resultado reforça os sinais emitidos pelos demais indicadores de janeiro já divulgados, de uma transição moderada da atividade econômica de 2018 para este ano.

7 comentários:

Anônimo disse...

E a nova placa do Mercosul, como ficou???

Está suspensa, está em vigor, é obrigatória a troca, vai ser revogado, é só para emplacamentos novos?????

Esse governo Bolsonaro está decepcionante.

Adilio Faustini disse...

Efeito Bolsomito.

Unknown disse...

Os leitores sabem o que acontece quando é furtada ou danificada uma placa de automóvel (antigas placas, maioria) ?
Placas são furtadas pois são feitas de alumínio, o que vale 1 real nos sucateiros.
Simplesmente o DETRAN recolheu todas as matrizes/placas "para impressão" e agora só existem as placas padrão Mercosul.
Isso significa que para repor uma simples placa o cidadão deverá pagar uma nova vistoria (sim!!) e ainda o conjunto de placas novas, o que sairá pela bagatela de uns R$ 500,00.

Anônimo disse...

As novas placas da URSAL estão a todo vapor.

Quem disse que a cor vermelha não será implantada.

Anônimo disse...

Horrível esta placa Mercosul.A visibilidade é vergonhosa.Alguém com certeza está levando grana por fora para inventar esta porcaria.Um lixo.

Anônimo disse...

Efeito Temer, seus mal agradecidos...
Joel

Anônimo disse...

Picaretagem esta "placa mercosul"!