Bolsonaro exonera ministro do Turismo

O presidente Jair Bolsonaro afastou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio.

O ministro vem sendo fustigado por reclamações existentes dentro do próprio governo, tudo em função de investigações e denúncias a que responde, mas a exoneração não tem nada a ver com isto.

O que acontece é que ele assumirá seu mandato como deputado federal, pedirá licença e depois voltará par ao governo.

6 comentários:

Anônimo disse...

Tomara que a exoneração seja via única, sem retorno.

O Governo não precisa de Corrupto.

Anônimo disse...

O Executivo não precisa e nem que mais corrupto.

Mandem os corruptos para o Congresso, lá é a casa deles.

Anônimo disse...

Não era para ser o vice a despachar.
Pelo que se sabe, está internado e incomunicável.
Boi na linha!!
Quem está legalmente afastado, não pode assinar documentos.
Oh, governo falho.
Assessoria nota ZERO!!
Pra isso tem o vice.

Anônimo disse...

Estão querendo que a oposição peça anulação de todos os documentos assinados no hospital e a revogação de tudo.

Governo fraco!!!

Decepcionante!!!

Mário Veiga disse...

Manda para o PT

Gaudêncio disse...

O governo Bolsonaro já não consegue camuflar facilmente seus inúmeros calcanhares de aquiles. E segue se aliando a outras figuras portadoras de currículos, no mínimo, duvidosos. Infelizmente.