PF afasta delegado acusado de extorquir dinheiro de empresários

Um delegado da Polícia Federal que atuava em Passo Fundo foi afastado de suas funções, no final desta manhã.

Conforme apurado pela própria PF, ele vinha recolhendo dinheiro junto a empresários, investigados e advogados sob o pretexto de ajudar uma clínica para tratamento de dependentes químicos da região.

As diligências indicaram, no entanto, que o delegado utilizava os recursos para custear despesas pessoais.

8 comentários:

Anônimo disse...

Afastado? Tem que colocar na rua por justa causa e depois alguns anos de cadeia.

Unknown disse...

A uol, parte do grupo Falha de São Paulo, que está profundamente ligada ao lulopetismo, não perde a oportunidade... E, safadamente, põe a fala na boca dos outros:
"Antítese de Davos, Bolsonaro fracassa em Fórum, diz imprensa estrangeira"

José Moletta disse...

Como AFASTADO, e não preso, e iniciado o processo de demisssão. Q ue eu saiba , houve eleições, e o povo nas urnas disse: BASTA ao compradio, nepotismo, e arrumadinhas.

José Moletta disse...

como assim, afastado, na eleiçoes outubro, o povo decidiu que era da e impunidade acabou.

Anônimo disse...

Este delegado é petista???

Anônimo disse...

Afastado? Tem que ser exonerado e preso.

Anônimo disse...

Delegado "HUMANITÁRIO" como este não dá em touceira! Procura ajudar sempre os mais necessitados, sem nunca esquecer dele em primeiro lugar, claro!

Justiniano disse...

Já há outro processo contra esse delegado, ou seja não é réu primário e, não venha com papo de perseguição do MPF. Cadê o dinheiro seu delegado.

Esse entidade vivem de ajuda comunitária e tem muita dificuldade para se manter e um sem vergonha se aproveita da situação para se locupletar.