JN já dedicou 43 minutos só para falar mal de Flávio Bolsonaro

Desde quinta-feira, o Jornal Nacional dedicou 43 minutos para falar mal de Flávio Bolsonaro.

55 comentários:

Anônimo disse...

Bom é a sacanagem para este pessoal. Ruim é quem combate ela. Basta revisar bem a questão tributária, isenções e outros benefícios e a Globo vai cair de joelhos.

Unknown disse...

Rede Groooobooo...
A preferida dos petistas.
ashuashuashuashua...

Unknown disse...

Ei, indio velho Catarina
Rede Groooobooo...
A preferida dos petistas.
ashuashuashuashua...

aparecido furlaneto disse...

Sem dinheiro do governo Federal e estatais vai falir....vamos começar a boicotar produtos de empresas que anunciam na GLOBO... o consumidor tem uma força que não sabe que tem...anunciou na globo ninguém compra...fecha esta espelunca em pouco tempo...

Anônimo disse...

Tche...se a globo e seus asseclas estao tentando boicotar o Jair...entao passo a ter mais certeza do meu voto.

Emmanuel Carlos disse...

E não é só a Globo, não!!! Exceções de praxe ...toda a mídia está nessa.

Anônimo disse...

Eu não assisto mais a glolixo.

Sylvio disse...

Tinha que elogiar não Polibio ?

Anônimo disse...

Gllobo quer é tentar desviar a atenção sobre venezuela, não cola.

Anônimo disse...

maduro foi na onda de lulla e se deu mal.

Anônimo disse...

Isso aí é normal, com todos os presidentes.

Ou não ?

luiz disse...

Pois é...eu queria saber se os Irmãos Marinho já acertaram suas contas com o Fisco,pois sabemos que são sonegadores e parasitas acostumados com o dinheiro público...!!!

Anônimo disse...

Não estão falando mal, pois simplesmente estão mostrando fatos comprovados, com dados , nomes, datas, sem delação premiada até esse momento.
Nada de botar a sujeira para baixo do tapete editor.
Quem sabe o major que está preso faça uma delação premiada!
O pai do dito cujo já jogou ele ao mar.
Vai-se os anéis e fica-se os dedos( governo do JB).

Anônimo disse...

tão brabos Bolsonaro cortou verbas públicas para clubes de futebol.

Anônimo disse...

Quem desviou recursos públicos e contratou milicianos? A rede Globo ou a família Roubonaro?

Anônimo disse...

Os puxa-saco do Bolsonaro criticam tanto a Globo, mas a Globo acaba de demitir um BBB acusado de estupro, enquanto a família Bol$onaro contrata e PROTEGE milicianos da pior espécie.

Alaor disse...

Se o Brisola estivesse vivo ele estaria ao lado do Bolsonaro pois ele sempre ficava contra a Globo.

Anônimo disse...

Vai fazendo as contas precisa + 10 anos para empatar com lula...

Anônimo disse...

É bom já ir se acostumando.

Anônimo disse...

Os nomes dos motivos são vários: Flávio, Queiroz, Rio das Pedras, milícia, Marielle, Capitão Adriano…

E são um só: Bolsonaro não tem capacidade de argumentar, apenas de atacar.

Como não tem com o quê, teria de ficar na defesa.

Mas além daqueles, há outros: o fiasco de seu curtíssimo discurso, a reforma da Previdência da qual, sem se conhecer o que é, ele só sabe que não afetará os militares senão “numa segunda fase” (pausa para duvidar) e que confia ser aprovada por conta, apenas, do que julga serem os capachos parlamentares de seu governo.

Medidas econômicas? Nem pensar, isso é com o Paulo Guedes e, de Moro, já teve parte do que queria com o decreto das armas e com o silêncio sepulcral do ex-Savonarola Sérgio Moro, convertido à mudez.

A comunicação que interessa a Bolsonaro é a tosca, a sem contraditório, feita a veículos de comunicação dóceis como as suas TVs de estimação, aqui, a agências de notícias que só querem saber de anúncios de privatização e, claro, nas redes sociais, onde a fala é sempre curta e não questionada.

Escapar da imprensa, entretanto, é mil vezes mais fácil que escapar dos fatos . E, pior ainda, entregar-se de bandeja até a factóides.

Jair Bolsonaro deveria lembrar que só pôde atravessar calado a campanha porque um desequilibrado mental o atingiu a faca. Seu estado de saúde, providencialmente, serviu de motivo para não enfrentar as polêmicas e ficar como vítima.

No poder, não poderá fazer o mesmo sem ser desmanchado pela mídia.

Anônimo disse...

MP-RJ JÁ TEM NOMES DE DEZ MATADORES DO ESCRITÓRIO DO CRIME
Mídia Ninja

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP-RJ, já identificou os nomes de dez matadores que atuam para o Escritório do Crime, a organização de pistoleiros que comete assassinatos sob encomenda; promotores afirmam que o grupo está por trás do assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSol)

23 DE JANEIRO DE 2019 ÀS 16:19 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Quem tu acha que vai se dar mal?

Anônimo disse...

MILICIANO LIGADO A FLÁVIO BOLSONARO É O PRINCIPAL SUSPEITO DE TER DISPARADO CONTRA MARIELLE


O jornalista Luis Nassif, editor do jornal GGN e primeiro colunista a dizer que o governo Bolsonaro poderá acabar em razão de sua ligação com as milícias do Rio de Janeiro, informa que o miliciano Adriano Magalhães da Nóbrega, chefe do Escritório do Crime que empregou sua mãe e sua mulher no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj, é o principal suspeito de ter efetuado os disparos contra Marielle Franco; "há pelo menos seis meses a equipe que investiga a morte tem convicção de que foi ele o autor dos disparos que mataram a vereadora", diz Nassif; Adriano está foragido e Nassif diz ter certeza de que Bolsonaro será derrubado

23 DE JANEIRO DE 2019 ÀS 06:34 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Em conversa gravada, miliciano diz que é ele quem dá o dinheiro para a polícia:

Brasil 23.01.19 11:39 - O Antagonista

Em uma das conversas interceptadas pelo MP-RJ, no dia 15 de outubro de 2018, o miliciano Manoel de Brito Batista, conhecido como Cabelo diz que é ele quem dá o dinheiro para a polícia e que sabe quando eles iriam até o local em Rio das Pedras, informa o G1.

“Teve um Coroa lá no meio da rua quebrando concreto, eu já falei para vocês, só é para parar quando eu falar, sou eu que dou o negócio pro homem e vocês sabem mais do que eu, eu que levo o negócio pro homem, eu sei quando vem, pô”, reclama Cabelo, um dos presos na operação Os Intocáveis na terça-feira.

Anônimo disse...

Aos 19, Flávio Bolsonaro ocupou cargo em Brasília enquanto estudava e estagiava no Rio:​

Publicado em 23 janeiro, 2019 3:04 pm
Do Uol

Posto na liderança do PPB, partido ao qual Jair Bolsonaro pertenceu nos anos 2000, também foi ocupado pela então mulher do atual presidente.

Entre 2000 e 2002, Flávio Bolsonaro, então com 19 anos, acumulou três ocupações em duas cidades diferentes: faculdade presencial diária de Direito e estágio voluntário duas vezes por semana no Rio de Janeiro, e um cargo de 40 horas semanais na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Ocupadas ao mesmo tempo por quase um ano, todas essas atividades exigiam a presença física do primogênito do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e hoje senador eleito pelo PSL-RJ, segundo as instituições ouvidas pela BBC News Brasil.

(…)

Procuradas, a assessoria de imprensa de Flávio Bolsonaro afirmou que não iria responder aos questionamentos da BBC News Brasil e a assessoria do presidente Jair Bolsonaro não respondeu até a publicação desta reportagem.

O posto de assistente técnico de gabinete foi ocupado por Flávio na liderança do PPB, partido pelo qual Jair Bolsonaro havia sido eleito para seu terceiro mandato na Câmara. Esse mesmo posto comissionado foi ocupado antes por outro membro da família de Jair Bolsonaro: a então mulher dele, Ana Cristina Siqueira Valle, deixou o cargo uma semana antes de ser substituída por Flávio.

Presença obrigatória

Não há informações públicas disponíveis sobre os salários pagos a Flávio e Ana Cristina à época. Mas, segundo declaração do Imposto de Renda de Flávio, o cargo de assistente técnico de gabinete rendeu em 2001 o equivalente a R$ 4.712 por mês, ou R$ 13,5 mil em valores corrigidos.

Esses cargos comissionados alocados nas lideranças de partidos na Câmara (considerados cargos de natureza especial, ou CNE) são ocupados a partir de indicações por critérios políticos e/ou técnicos. Em geral, os escolhidos são militantes ligados ao comando do partido; servidores concursados em outros órgãos públicos que recebem um adicional para trabalhar no Congresso; ou apadrinhados dos deputados da sigla, que em alguns casos loteiam os cargos do escritório da liderança entre si.

As normas da Câmara determinam que essas funções só podem ser exercidas pelos funcionários em Brasília. Questionada pela BBC News Brasil por meio da Lei de Acesso à Informação sobre a norma vigente à época, a Câmara dos Deputados afirmou que os cargos de natureza especial, como o ocupado por Flávio nos anos 2000, “têm por finalidade a prestação de serviços de assessoramento aos órgãos da Casa, em Brasília. Desse modo, não possuem a prerrogativa de exercerem suas atividades em outra cidade além da capital federal”.

No mesmo período em que ocupava esse cargo em Brasília, Flávio relata em suas páginas no LinkedIn e no site da Assembleia Legislativa fluminense que exercia outras duas atividades: faculdade de Direito na Universidade Candido Mendes e estágio na Defensoria Pública do Rio de Janeiro. Procurada pela BBC News Brasil, a Defensoria Pública afirma não haver registro de que Flávio Bolsonaro tenha atuado formalmente no órgão, mas informa que um defensor público do núcleo de sistema penitenciário (que não quis ser identificado na reportagem) relata que Flávio foi seu estagiário voluntário duas vezes por semana.

Não há informações precisas sobre o período em que esse estágio ocorreu. O parlamentar divulga duas datas diferentes nas duas versões de seu currículo: de março de 2001 a janeiro de 2002 (no LinkedIn) e de agosto de 2000 a outubro de 2001 (no site da Assembleia Legislativa). Não havia pagamento de bolsa de estudos, controle de frequência ou carga horária mínima, mas o jovem era “assíduo e interessado”, segundo o tutor, que respondeu a perguntas da BBC News Brasil por meio da assessoria de imprensa da Defensoria Pública.

(…)

Anônimo disse...

Flávio ainda tentará nos convencer de que Queiroz mandava nele, diz jornalista:

QUA, 23/01/2019 - 14:50

Jornal GGN - Bernardo Mello Franco escreveu em sua coluna no jornal O Globo, nesta quarta (23), que daqui a pouco Flávio Bolsonaro tentará nos convencer que Fabrício Queiroz era quem mandava no gabinete do ex-deputado estadual, e não o contrário.

A declaração foi dada após Flávio alegar que foi Queiroz quem determinou a contratação, para o seu gabinete, da mãe e esposa do Capitão Adriano Magalhães, de quem é amigo pessoal.

Ex-agente do Bope, Adriano teve mandado de prisão expedido ontem, no âmbito da operação Intocáveis, porque é acusado de ser o chefão do chamado Escritório do Crime, o maior grupo de extermínio em atividade no Rio. (...)

Anônimo disse...

É a fábula de La Fontaine do Lobo e o Cordeiro, cuja moral é que a razão não prevalece contra os brutos e ignorantes.

Anônimo disse...

MOURÃO CONTRADIZ BOLSONARO: NÃO HÁ CHANCE DE INTERVIR NA VENEZUELA
REUTERS/Paulo Whitaker

Presidente em exercício Hamilton Mourão (PRTB) jogou um balde de água fria nas pretensões beligerantes de Jair Bolsonaro e negou a possibilidade de que o Brasil participe de algum tipo de intervenção no país vizinho; “O Brasil não participa de intervenção. Não é da nossa política externa intervir nos assuntos internos de outros países”, declarou o vice-presidente, que assumiu a comando do Governo com a ida de Bolsonaro ao Fórum Econômico de Davos, na Suíça

23 DE JANEIRO DE 2019 ÀS 20:14 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Quem vive na bosta, só enxerga bosta. Mesmo na virtude.

Anônimo disse...

FLÁVIO BOLSONARO JUSTIFICOU ASSASSINATO DE JUÍZA PELAS MILÍCIAS


Diante das revelações de que o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) empregou em seu gabinete na Alerj a mãe de um ex-capitão apontado pelo MP-RJ como chefe do Escritório do Crime, vale recordar: o senador eleito justificou o assassinato da juíza Patrícia Acioli, morta em 2011 com 21 tiros, após uma emboscada no município de Niterói; "Que Deus tenha essa juíza, mas a forma absurda e gratuita com q ela humilhava policiais nas sessões contribuiu p ter mts inimigos", disse na época pelo Twitter; o curioso é que a família Bolsonaro também não lamentou publicamente a morte da ex-vereadora Marielle Franco (PSol)

23 DE JANEIRO DE 2019 ÀS 11:08 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

FLÁVIO BOLSONARO JUSTIFICOU ASSASSINATO DE JUÍZA PELAS MILÍCIAS


Diante das revelações de que o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) empregou em seu gabinete na Alerj a mãe de um ex-capitão apontado pelo MP-RJ como chefe do Escritório do Crime, vale recordar: o senador eleito justificou o assassinato da juíza Patrícia Acioli, morta em 2011 com 21 tiros, após uma emboscada no município de Niterói; "Que Deus tenha essa juíza, mas a forma absurda e gratuita com q ela humilhava policiais nas sessões contribuiu p ter mts inimigos", disse na época pelo Twitter; o curioso é que a família Bolsonaro também não lamentou publicamente a morte da ex-vereadora Marielle Franco (PSol)

23 DE JANEIRO DE 2019 ÀS 11:08 // INSCREVA-SE NA TV 247 Youtube

Anônimo disse...

Em 23 dias os petralhas ladrões, assaltantes de dinheiro público, estão chamando o governo Bolsonaro de ladrão. É mta cara de pau dessa quadrilha.

Anônimo disse...

18:32 fala certo,

a maior arma esta na mão do povo

A MAIOR ARMA ESTA NA MÃO DO POVO

BOICOTAR PRODUTO ANUNCIADO NA MENTIROSA REDE

AOS POUCOS ALGUNS ESTÃO ADERINDO, LOGO PODEM SER MILHJÕES!!!
A PODEROSA SENTIRÁ O PODER DO POVO
SE BOICOTARMOS PRODUTOS ANUNCIADOS PELOS MARINHO ELES FECHAM IRREMEDIAVELMENTE!!!

A ARMA ESTA NA MÃO DO POVO!

VAMOS AJUDAR A DETONAR A REDE DO CAPETA?

Anônimo disse...

Pode até ter muito rolo ali, mas a importância desse senador é secundária. Sendo uma das figuras mais nefastas da política, podendo ocupar uma das mais importantes funções no país que é a presidência do Senado, onde estão as reportagem contundente contra o senador Renan Calheiros? Nenhuma crítica, nenhuma linha, nada! Essa coisa seletiva é que me incomoda. Além disso, quando a Globo vai publicar no Brasil o livro sobre a corrupção na FIFA, onde ela é textualmente citada? Comprou os direitos autorais para não publicá-lo? Estou esperando, sentado, que o livro saia do prelo.

ARS disse...

Secou as fontes da caixa e do bb. Por isso, a imprensa marrom está histérica.

Anônimo disse...

Nunca vi neste blog de pseudo jornalismo ter efetuado tal soma na época que o PT estava no poder. Agora não se cansa de choramingar as pelas criticas procedentes da imprensa sobre as trapalhadas desses fundamentalistas trapalhõe que estão no governo.

Anônimo disse...

Acho que toooooda a mídia tradicional está AZEDA e de RESSACA. Não conseguem reportar o clima de OTIMISMO GERAL da população e ficam criticando, soh pra azedar....

Unknown disse...

Eu não tenho medode ti!

Unknown disse...

Nãp tenho bandifo de estimaçào, deixem de culpar o mensageiro.O Bolsonaro mandou o guri, explicar-se.Deixem de fazer igual aos petistas, que acobertaram as sacanagens de Lula e seu filho monitor de zoologico.

Anônimo disse...

Não consigo crer que eleitores do Bozos sejam tao trouxas...
Bolsonaro foge da coletiva em Davos pois a imprensa mundial é tudo bandido, quando o que ele quer é falar merdas sobre PT, Venezuela, ideologia de gênero, etc.
Porque falaria sobre economia no foro econômico mundial né? Talvez por não saber o que falar. Talvez por meio de perguntas que poderiam vir.
Depois dá outra entrevista amiga pra Record, onde fala o que quer sem nenhum questionamento pertinente!
Ele faz o mesmo que fez na campanha, foge de debates!
Ele é um louco... Louco de sem vergonha.
E enquanto seus Bolsominions continuarem passando pano pra toda corrupção da família, lavagem de dinheiro, envolvimento com milicia, nosso futuro é negro!
Acordem!!!

Anônimo disse...

Os filhos do luladrão estão todos ricos, e a globo nunca tocou no assunto, sempre ficou quieta.

Anônimo disse...

Pelo número de ilícitos cometidos por esse sujeitinho, vai virar série na Netflix.

Anônimo disse...

Tínhamos 13 candidatos a presidência ... E o povo escolheu o PIOR !!!!!!!

Anônimo disse...

O pai ensinou o filho a ser e a plantar laranja, agora diz que, se ele (filho) errou, deve ser punido. Difícil é acreditar que quase 57 milhões acreditaram que estavam renovando e renegando a velha política e a corrupção.

Anônimo disse...

Os Bolso são políticos profissionais. Estado minimo pro povo e Estado Maximo pra eles.

Anônimo disse...

Levava uma vida sossegada
Gostava de sombra e água fresca
Meu Deus quanto tempo eu passei
Sem saber
Foi quando meu pai me disse filha
Você é a ovelha negra da família
Agora é hora de você assumir
E sumir
Baby baby

Anônimo disse...

.





MORTADELA ISENTONA ÀS 19:31 DETECTED





.

Anônimo disse...

“Praticarei corrupção, mas o Moro é meu pastor, e ninguém me investigará" Bolsonarus 171:17

Anônimo disse...

Escândalo em cima de escândalo, passar de pedra para vidraça não é fácil não, né?? kkkk

Anônimo disse...

Rede bobo não vejo mais, cheia de fale News, parcial demais, não pensa no Brasil e nos brasileiros, pensa mesmo no seu umbigo.

a verdade está lá fora disse...

Quem está patrocinando este ataque ao governo??
Será que as montadoras vendem mais carros quando fazem anúnicos no JN atacando o governo???
Será que vendem mais perfumes se o JN vasculha a vida do Querioz? As notícias cheiram como o parfum "COCÔ DU GATÔ". É que este cheiro que associamos os anunciantes.

Anônimo disse...

Quanto CHORORÔ de ESQUERDISTA hahahahahhahahahah
Bolsonaro vai ser o melhor presidente que o BR já teve, seus patetas! Chora mais que está engraçado! hihihihhhhihihi

Anônimo disse...

agora a grobo vai falar dos outros 26 investigados. Como flavio corresponde a 0,6% do volume, a grobo vai proporcionar o tempo conforme o volume de recusros...

Anônimo disse...

E os petralhas que ficaram milionários ou bilionários em poucos anos, não investigam por quê?

E o filho os 9 dedos, entre outros, fizeram fortuna como?

E o Imposto de Renda de certos artistas do "Ele não" e seu patrimônio foram declarados direitinho???

Esse novo governo tá fraco!!!

Anônimo disse...

Polibio pare de ser parcial isso faz mal a quem se diz jornalista.