Bolsonaro insiste em abrir a caixa preta do BNDES

O presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a usar o Twitter para dizer que vai abrir a caixa preta do BNDES.

Os empregados do banco reagiram, dizendo que não há caixa preta alguma.

O presidente do BNDES está calado.


O BNDES é uma caixa-preta indevassável. A instituição financeira se recusa a divulgar a lista dos devedores sob a alegação de “proteção ao sigilo bancário”. O banco também se nega a informar para quem e em que condições foram concedidos os empréstimos bilionários a juros camaradas nos últimos anos, com ênfase para os governos Lula e Dilma, PT, sobretudo no exterior. Intriga a oposição o fato de o salto no montante da inadimplência dos financiamentos coincidir com as revelações da Lava Jato. A constatação sugere que as empreiteiras envolvidas no escândalo possam integrar a lista de devedores. O banco rechaça a suspeita. “O atraso observado para prazos menores acontece por motivos diversos, operacionais ou conjunturais da empresa, e não necessariamente por dificuldades financeiras”, informou a assessoria.

21 comentários:

Anônimo disse...

Como assim, Bolsonaro insiste? Ele é o chefe da porra toda... Por um acaso tem algum órgão inviolável para ser feita uma auditoria interna? Se não tem caixa preta, então não tem. Mas eu gostaria de saber quais são as garantias dos empréstimos às ditaduras amigas do PT e como andam os pagamentos. E isso será atribuição do Moro, numa auditoria que veremos comendo pipoca no sofá

Anônimo disse...

BODES não é um Banco privado. Como tem recursos públicos deve sim p

Anônimo disse...

BNDES não é um Banco privado. Como tem recursos públicos deve sim prestar contas a sociedade. Qualquer empréstimo tem que ter garantias. Quais foram para as nacoes beneficiadas pelos governos anteriores; e os nacionais também JBS e Cia. Sigilo Bancário não é absoluto. Empréstimos fraudulentos e crime; por tal sigilo bancário não pode ser desculpa para impunidadé. Auditoria já. ...prossiga Presidente Bolsonaro.

Anônimo disse...

certamente nao deve haver uma caixa preta...

mas quem sabe varias delas...

o presidente foi ELEITO para vasculhar o que lhe é de competência e essa gente tem de ficar quieta...

o banco nao é deles, é dos brasileiros, em grande parte dos eleitores que votaram para que tudo fosse vasculhado e fiscalizado...

espero que Bolsonaro encerre essa semana estranha com uma forte mensagem de que não haverá recuo nos seus propósitos de campanha...

aquele lero-lero de ir pedir conselhos pro Fofóli antes de fazer as coisas foi deprimente...

espero que tenha sido apenas um salamaleque institucional...

Anônimo disse...

Ninguém falou em caixa preta, mas os empréstimos do PETISMO às republiquetas QUE ESTÃO DANDO CALOTE DE BILHÕES !

Anônimo disse...

Está mais do que certo. Tem que fazer uma auditoria nos bancos públicos e aumentar a transparência.

Anônimo disse...

mas como tem certo funcionalismo publico que joga constantemente contra o Brasil...

é impressionante...

Anônimo disse...

BNDES é um campo minado aparelhado pelos governos petralhas. Banco do Brasil e Caixa Federal, não são muito diferentes. A primeira coisa a fazer, logo que assumir com nova direção é uma auditoria rigorosa. Os empréstimos a juro zero feitos à Cuba dos ditadores sanguinários, assassinos de tantas vidas, para a construção do porto de Mariel, já tem parcelas vencidas e que a continuar a esquerda no poder jamais seriam pagas. Nós aqui no Brasil, numa merda sem tamanho e o governo petralha perdoando dívidas e emprestando o que nos faz falta.

Anônimo disse...

Hoje,conhecendo a voracidade dos gafanhopetistas,é lógico que tais empréstimos de dinheiro dos brasileiros,não do bndes,tenham que passar por um pente fino.Funcionários discordam?Risivel!Que sejam imediatamente identificados e se verifiquem o que motiva seus posicionamento.Normalmente,no brasil gafanhopetista,não são interesses do pais.

Anônimo disse...

É uma necessidade. Um absurdo funcionários do Banco se posicionarem contra. O Banco pertence ao povo é como tal precisamos saber das tramoias dos empréstimos bilionários dos desgovernos lulopetistas. É preciso quebrar o sigilo destes empréstimos. Isso é interesse da nação brasileira.

Anônimo disse...

Tem o BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste, Banco da Amazônia, Sudene, Sudan e todos os bancos públicos do país merecem uma auditoria completa. É constitucional e daria muita transparência.

O TCU, Receita Federal, MPF e até empresas privadas especialistas em auditoria adorariam um trabalho desses. Que auditor na vida não gostaria de participar de um trabalho dessa magnitude? Ainda ganharia ponto com os profissionais da área.

Anônimo disse...

ESPERO QUE BOLSONARO COM MORO E SENADO EXPULSEM TOFFOLI, LEWANDOSKI E BEIÇOLA, POR MEIO DE IMPEACHMENT! E QUE REDUZAM A IDADE PARA SAÍDA DO STF PARA REMOVER MAIS ALGUNS!

Navegante disse...

Qual o problema de auditar o Bndes ? Que bom seria que estivesse tudo de acordo com a legalidade!!!!

Anônimo disse...

Funcionários não tem que se posicionar em nada. O presidente tem direito de abrir sigilo e o povo brasileiro de saber o que foi feito com seu suado dinheiro

Sinpf disse...

Senhores, existem mais de 3.000 empréstimos concedidos pelo BNDES no período de 2009 a 2014.

Segue a lista de “apenas” 20 destes mais de 3.000 empréstimos.

O lema da gestão do PT no BNDES era: “para os amigos tudo, para os inimigos a chibata”.

Ei-la:

1) Porto de Mariel (Cuba)
Valor da obra – US$ 957 milhões (US$ 682 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

2) Hidrelétrica de San Francisco (Equador)
Valor da obra – US$ 243 milhões
Empresa responsável – Odebrecht

3) Hidrelétrica Manduriacu (Equador)
Valor da obra – US$ 124,8 milhões (US$ 90 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

4) Hidroelétrica de Chaglla (Peru)
Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 320 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

5) Metrô Cidade do Panamá (Panamá)
Valor da obra – US$ 1 bilhão
Empresa responsável – Odebrecht

6) Autopista Madden-Colón (Panamá)
Valor da obra – US$ 152,8 milhões
Empresa responsável – Odebrecht

7) Aqueduto de Chaco (Argentina)
Valor da obra – US$ 180 milhões do BNDES.
Empresa responsável – OAS

8) Soterramento do Ferrocarril Sarmiento (Argentina)
Valor – US$ 1,5 bilhões do BNDES
Empresa responsável – Odebrecht

9) Linhas 3 e 4 do Metrô de Caracas (Venezuela)
Valor da obra – US$ 732 milhões
Empresa responsável – Odebrecht

10) Segunda ponte sobre o rio Orinoco (Venezuela)
Valor da obra – US$ 1,2 bilhões (US$ 300 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

11) Barragem de Moamba Major (Moçambique)
Valor da obra – US$ 460 milhões (US$ 350 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Andrade Gutierrez

12) Aeroporto de Nacala (Moçambique)
Valor da obra – US$ 200 milhões ($125 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

13) BRT da capital Maputo (Moçambique)
Valor da obra – US$ 220 milhões (US$ 180 milhões por parte do BNDES)
Empresa responsável – Odebrecht

14) Hidrelétrica de Tumarín (Nicarágua)
Valor da obra – US$ 1,1 bilhão (US$ 343 milhões)
Empresa responsável – Queiroz Galvão

15) Projeto Hacia el Norte – Rurrenabaque-El-Chorro (Bolívia)
Valor da obra – US$ 199 milhões
Empresa responsável – Queiroz Galvão

16) Exportação de 127 ônibus (Colômbia)
Valor – US$ 26,8 milhões
Empresa responsável – San Marino

17) Exportação de 20 aviões (Argentina)
Valor – US$ 595 milhões
Empresa responsável – Embraer

18) Abastecimento de água da capital peruana – Projeto Bayovar (Peru)
Valor – Não informado
Empresa responsável – Andrade Gutierrez

19) Renovação da rede de gasodutos em Montevideo (Uruguai)
Valor – Não informado
Empresa responsável – OAS

20) Via Expressa Luanda/Kifangondo
Valor – Não informado
Empresa responsável – Queiroz Galvão

E ninguém foi preso (por isso)… ainda.

Anônimo disse...

TEM QUE AUDITAR este banco PÚBLICO!

Anônimo disse...

Se o "banco rechaça a suspeita", então qual o problema de divulgar, "quem não deve não teme", a não ser que "haja algo de podre no reino da Dinamarca".

Anônimo disse...

de repente tudo virou "sigiloso" nesseipaiz...

teachers não querem que suas aulas sejam publicas, funcionariozinhos de bancos não querem que o presidente da nação, EM NOME DOS CONTRIBUINTES, fiscalize as contas e documentos de um banco PUBLICO!

só resta concluir que pode haver mesmo muita maracutaia embaixo do tapete desse pessoal...

Anônimo disse...

E para ADIANTAR os trabalhos, o "democrata" TEMER deveria franquear JÁ a abertura das contas do BNDES para a equipe de transição do BOLSONARO. Assim, nos primeiros dias de janeiro a coisa começa a entrar nos eixos! E "QUEM NAO DEVE NÃO TEME", é o adágio predileto do TEMER, só falta provar, abrindo as contas do BNDES JÁ!

Anônimo disse...

(09/11) QUE O GOVERNO DE JAIR BOLSONARO, COM SÉRGIO MORO A FRENTE DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, TRAGA À TONA TODA A SORTE DE MALFEITOS/CORRUPÇÕES DO LULOPETISMO. QUE AS FUTURAS DENÚNCIAS CONTRA LULA E SUA TRUPE SEJAM ABASTECIDAS COM PROVAS PRA LÁ DE ROBUSTAS. QUE A NOVA JUÍZA DA 13 VARA PENAL FEDERAL DE CURITIBA SEJA MAIS DURA DO QUE MORO COM A CANETA. O BRASIL PRECISA DE DECÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO. QUE LULA PEGUE MAIS UMAS DÉCADAS DE XADREZ! É O QUE A MAIORIA DOS BRASILEIROS QUEREM. ISSO FICOU EVIDENTE NO DIA 28/10/2018. txr62

Anônimo disse...

Esse método TRUMP de governar vai desmoralizar o governo Bolsonaro antes de começar.

Está eleito? Assume.....,manda investigar ......e pronto......

Essa de ficar mandando recadinhos pelas redes sociais é um tiro no pé.