Por Pedro Luiz Rodrigues - O suicídio de um Partido

- O autor é embaixador e jornalista. O artigo foi publicado no site Diário do Poder.

Caso fatos notáveis não venham a ocorrer, o Partido dos Trabalhadores deverá sofrer amarga derrota no segundo turno das eleições presidenciais, no próximo dia 28 de outubro.
Era apenas uma questão de tempo para que o partido começasse a se esboroar. Como desde sua criação (1980) viveu de contradições, de meias-verdades e de falsas aparências, nunca transitou com desenvoltura no ambiente da democracia. Como em obras que desabam, sobrou areia, faltou cimento.

A partir de quando o PT deixou der oposição e se tornou governo, suas bandeiras originais – que por vinte anos  haviam seduzido massas de jovens idealistas – foram sendo jogadas na lata de lixo.

Honestidade, decência, transparência, todas deixaram de ser qualidades admiradas e praticadas por seus dirigentes. 

CLIQUE AQUI para ler tudo.

12 comentários:

Anônimo disse...

AGORA É A HORA DA VERDADE. QUEM FICAR EM CIMA DO MURO PODE PREJUDICAR O FUTURO DO BRASIL. OU É JAIR OU JÁ ERA! VOCÊ PODE ATÉ TER ALGUMA RESTRIÇÃO A BOLSONARO, MAS... PENSE NA VOLTA DO PT! É ISSO QUE VOCÊ QUER? CLARO QUE NÃO, NÃO É MESMO?! ENTÃO, 28 DE OUTUBRO: VOTE BOLSONARO 17.

Anônimo disse...

Brasil só chegou onde chegou por que o PT e PSDB enganaram país por 30 anos.

Lideranças decentes como Márcio Covas, Tasso, Eduardo Campos, Ulysses Guimarães, Éneas Carneiro e muitos outros foram sacaneado por causa desse acordo do FHC e Lula. Lembro-me muito das tentativas dele de aplicar qualquer projetos muito bons e nada. Agora preferiam aplicar porcaria como reeleição em 1998, foro de São Paulo, bolsa compra votos, oligarquias, atrasar todas as reformas por 20 anos.

Essa eleição mostrou que o povo cansou disso, querem as reformas e se não fizerem irão perder bem mais.

Políticos no Brasil só trabalham quando o povo coloca presão. De 2013 até 2018 foi uma das maiores surras. Turminha das Diretas Já e Constituinte demorou 30 anos e tiveram o legado deles exposto.

Anônimo disse...

Engano. O PT nunca foi um partido ético, democrático, honesto. Só quem não conheceu Lula na época pode dizer isso. Lula sempre foi o malandro que é e sempre procurou "se dar bem". Se para isso, tivesse que vender os colegas, ser dedo duro, deixar cadáveres pelo caminho, ele nunca hesitou. Vejam as prefeituras onde o PT atuou. O primeiro passo era aparelhar e, em seguida, roubar tudo o que pudessem para que jamais pudessem sair do poder. Nenhum ato ilícito era proibido. Tudo pelo Poder. Só agora tudo está sendo descoberto, mas o PT sempre foi dessa forma.

Anônimo disse...

Werner Schuenemann precisa saber o que o espera em Passo Fundo

O relho é um velho corretivo gaúcho.

O ator gaúcho e global Werner Schuenemann deve ter cuidado no dia 19, quando for a Passo Fundo para participar da campanha eleitoral oblíqua programada pela UPF contra o candidato Jair Bolsonaro (leia as duas notas a seguir).

Schuenemann é o principal convidado de Tau Golin para a "aula pública", na verdade um comício eleitoral disfarçado.

Em Passo Fundo, por muito menos, um lulopetista desavisado da caravana de Lula, em março, foi recebido por gaúchos inconformados com defensores de políticos corruptos investigados, condenados e presos.

Anônimo disse...

Sucidio? Saiu de um impedimento ilegal da Dilma; judiciário e MPF fazendo boca de urna; Levando pau 24 hs por dia na imprensa e ainda elege o maior bancada na Camara dos Deputados, elege 3 governadores em Primeiro Turno, poe candidato a Presidente no Segundo Turno e o acabou, segundo o articulista?

Anônimo disse...

Suicidio forçado, tipo vão matar todos integrante do PT?

Anônimo disse...

PT maior Partido do Brasil acabou?

Anônimo disse...

Suicidio do PT por conta e risco do autor.....PT, partido com maior número de filiados no Brasil, só isso....

Anônimo disse...

Perguntar não ofende, qual o Partido com maior aceitação no Brasil? Resposta: PT, 23%

Ingo Máximo disse...

Bolsonaro vai ter que fazer no Brasil o mesmo que os alemães fizeram em 1990 na reunificação alemã.

A nossa segunda guerra foi os 20 anos de regime militar e a nossa guerra fria foi os 20 anos de PMDB, PSDB e PT.

O Paulo Guedes já fez essa comparação e quer aplicar no Brasil o que os liberais fizeram nesses países na reconstrução.

Esse Paulo Guedes se fizerem a reforma fiscal, tributária e investir em infraestrutura já fará mais que o Plano Real. E se o Bolsonaro apoiar a ciência e tecnologia já mudará o país.

Anônimo disse...

ANTES ELLE do que EU.... Já vai tarde !

Anônimo disse...

Professor da USP faz saudação a Hitler no Facebook em discussão em que defendia Bolsonaro:

Lucas Antonio e Vinícius Segalla - 12 out 2018 - DCM

Um professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP em Ribeirão Preto (FEA-RP) que defendia Jair Bolsonaro em uma discussão com colegas em uma rede social enviou uma saudação nazista (Heil, Hitler!) àqueles que discordavam de seu argumento. A reação de seus colegas foi de pronta indignação, e a mensagem foi rapidamente apagada, mas os próprios participantes do debate trataram de fazer uma cópia.

O docente em questão é Ricardo Luis Chaves Feijó, autor de dois livros que abordam o período histórico em que a Alemanha esteve sob o domínio do Partido Nacional Socialista, nas décadas de 1930 e 1940, como ele mesmo explica ao justificar sua mensagem. Ao DCM, ele afirmou que sua frase estava “ironizando a paranóia de pensar que todos os que votam em Bolsonaro são nazistas. Paranóia alimentada pelo Ciro Gomes, que chamou o capitão de nazista filho da puta.”

“Eu não acreditei. Estamos em 2018, não era para alguém ter falado um negócio desses” constata um aluno da faculdade, que não quis se identificar. “Fiquei extremamente abalado. É algo que ficaria chocado se estivesse falando sério e também se ele estivesse brincando. Não se brinca com nazismo, foi algo que causou o sofrimento de milhões de pessoas e é deprimente ouvir isso de um professor”. (...)