Pessoas desocupadas ou subocupadas chegam a 16,4 milhões no Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou novos indicadores do mercado de trabalho. Entre os novos indicadores, que são analisados dentro da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), está a subocupação por insuficiência de horas trabalhadas.

Segundo o IBGE, a população brasileira em idade de trabalhar, ou seja, acima de 14 anos, é dividida em pessoas dentro da força de trabalho e pessoas fora da força de trabalho. As pessoas dentro da força de trabalho podem estar trabalhando (pessoas ocupadas) ou desempregadas (ou seja, procuraram emprego mas não conseguiram).

Entre as pessoas ocupadas estão aquelas subocupadas por insuficiência de horas trabalhadas, ou seja, aquelas que trabalham menos de 40 horas semanais, mas gostariam de trabalhar um período maior. De acordo com o IBGE, os subocupados por insuficiência de horas trabalhadas chegaram a 4,8 milhões no segundo trimestre de 2016. No primeiro trimestre do ano, esse contingente era de 4,2 milhões.

Já os desocupados, ou seja, pessoas que procuraram emprego mas não conseguiram, somaram 11,6 milhões no segundo trimestre, ante os 11,1 milhões do primeiro trimestre. Juntando os dois indicadores (subocupação e desocupação) chega-se a um total de 16,4 milhões de pessoas que ou não trabalham dentro do período que gostariam ou estão desempregadas. No primeiro trimestre, esse número era de 15,3 milhões.

4 comentários:

Anônimo disse...

sim sao quase 20 milhoes de desempergados como disse o senador do psdb que astuda isto ha tempo, o pt maquiou os numeros mentem que sao 12 milhoes sao muitos mais, tem muita gente sem emprego que nem procura porque sabe que nao tem .. nao tem vaga

Unknown disse...

Pô meu... não sabia que o PT tinha tanta gente!!!

Anônimo disse...

TEMER NÃO PODE FALAR EM HERANÇA MALDITA!

Afinal de contas o PMDB participou ativamente dos governos Lula e Dilma.

Uma verificação mais profunda, mostrará ainda que o PMDB está no governo desde 1985!

O que se observa é que a grande mídia trata de esconder que o governo de Temer está no ponto morto.

Seu governo ainda não decolou! Está com as mãos e os pés atados em um labirinto de alianças políticas com partidos políticos de ética duvidosa.

No plano econômico, seu governo está mais paralisado que a estátua de sal da Bíblia Sagrada...

Todos tratam de esconder a grande verdade: O GOVERNO TEMER OSCILA ENTRE O DECEPCIONANTE E O SOFRÍVEL!!!!

Anônimo disse...

Acho que a CULPA É DO FHC! KKKKK