Demissão de Padilha pode estar ligada à sucessão na Anac.

O pedido de demissão do ministro Eliseu Padilha pode estar relacionado com a decisão da presidente Dilma Roussef, que enviou ao Senado a mensagem 515, de 1o de dezembro. Ela pediu no texto a retirada da tramitação da Mensagem nº 502, de 23 de novembro, referente à indicação de Juliano Alcântara Noman, para o cargo de Diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Noman foi indicado ao Palácio do Planalto pelo ministro Eliseu Padilha (PMDB), da Secretaria de Aviação Civil, para a vaga aberta com o término do mandato de Ricardo Sérgio Maia Bezerra. De acordo com fontes do PMDB, Padilha não foi sequer avisado da retirada do nome que ele indicou para a Agência.

Padilha é um dos integrantes do PMDB mais próximos do vice-presidente da República, Michel Temer. Foi presidente da Fundação do partido, por exemplo. A decisão da presidente Dilma Rousseff foi publicada no dia seguinte à abertura do processo de impeachment pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

5 comentários:

Anônimo disse...

Mais um que vai ter motivos para atiçar seus cuscos pra cima de dilma. Ovelha não é pra mato.

Anônimo disse...

Michel Tamer, seja um homem de família, todos sabem que o Palácio da Alvorada contém tudo para melhor acolher a infância de Michelzinho Tamer Filho, preze pelo garoto e por sua esposa Marcela, o Palácio do Jaburu é feio, sem graça, assuma o poder no Brasil, tire a bruaca do Alvorada e do Planalto. Compre um impecável terno Armani e mande a Marcela escolher o vestido, Tio Sam te espera.

Justiniano disse...

Nem bem começou a se defender do início da tramitação do pedido de impeachment na Câmara, Dilma Rousseff terá de dedicar atenção também à ação de cassação de seu mandato na Justiça Eleitoral.

Saiu nesta sexta-feira a publicação do acórdão proferido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e redigido pelo ministro Gilmar Mendes que decidiu pela abertura da ação.

O efeito prático é que, agora, começa a contar o prazo para que a presidente apresente sua defesa na corte.

Fogo cruzado de todo que é lado.

Anônimo disse...


Sem efeito o comentário da noticia das 11h40min de seu blog. Não tinha lido essa.

Anônimo disse...

Ora, tem ser colocado algum indicado pelo politico representante das Capitanias Hereditárias, por serem de maior numero na votação do impedimento.

É a compra de voto para evitar o impedimento da mentirosa.