CPI da Petrobrás convoca ministro da Justiça e Marcelo Odebrecht

O PT promoveu cerrada oposição, mas cedeu quando percebeu que a CPI convocaria também os ministros Edinho Silva e Mercadante, além de Zé Dirceu.

Os deputados aprovaram, hoje, um rol de 73 convocações.

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o dono da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, são os dois nomes mais vistosos.

O ministro terá que explicar os grampos da Polícia Federal sobre o doleiro Alberto Youssef. Os grampos foram feitos com o doleiro preso.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu não duvido de nada. Por nada pediu o grampo para tentar anular o processo por falta de autorização.

Anônimo disse...

Pessoal eles queriam saber se ele tinha alguma amante ,porque roubar ou subtrair isto eles ja sabem>>>>>kkkkkk