Editor do blog do Paulinho é preso em São Paulo. Pedido de habeas corpus foi negado.

O jornalista Paulo Cezar de Andrade Prado, do Blog do Paulinho, foi preso na tarde dessa segunda-feira, 6, após ter sido condenado por difamação contra o advogado Carlos Sandoval Catta Preta. Ele foi levado para a 34º DP, na Vila Sônia, zona oeste de São Paulo. O mandado de prisão foi expedido em outubro do ano passado, mas o blogueiro não se apresentou e foi considerado foragido.

O jornalista protocolou pedido de habeas corpus, que foi ngado.

A ação penal foi movida pessoalmente por Catta Preta, que é advogado do técnico Vanderlei Luxemburgo e do médico Joaquim Grava. Ele alega ter sido atacado por Paulinho em textos no blog, após ter vencido vários processos contra o jornalista em nome de seus clientes.

Agora, o blogueiro deve permanecer na prisão por 15 meses. “Condenação à pena privativa de liberdade no regime semi-aberto, sem direito a benefícios ", diz trecho da decisão, que ressalta que o réu possui “múltiplos antecedentes” e é reincidente. Ao comentar a prisão, Juca Kfouri escreveu que Paulinho "tem alma de justiceiro e muitas vezes age como se fosse uma metralhadora giratória. Acerta em 90% dos alvos, é verdade, mas erra em 10%, o que é muito".

3 comentários:

Anônimo disse...

Quem o le sabe que ia dar merda pois escreve a lo loco sobre esportes deve ter mais de 100 processos por injuria e difamação e muito lingua solta sem medir as consequencias.

Anônimo disse...

Pô, mas e o Zé Dirceu que meteu a mão no dinheiro público não ficou preso todo esse tempo!

Marcio Prado disse...

Leiam para entender: http://navegadormarroquino.blogspot.com.br/2015/07/crime-de-opiniao-paulinho-do-blog-esta.html
E mais, a condenação foi por opinar sobre o advogado: "(diante de fotos do advogado com bebidas quentes à beber) para um advogado está um bom alterocopista. Em minha opinião é um profissional ruim (opinando sobre o trabalho dele à frente de clientes como Luxemburgo e Joaquim Grava"
Para quem não sabe, tem o direito de opinar criticamente.
Fora isso, o texto acima está errado. Está condenado a 5 meses em semi-aberto. O que torna a prisão irregular também.
"não poderia estar aqui preso, pois mesmo que estivesse condenado em 5 anos, estaria fora daqui" palavras do delegado titular da delegacia da vila Carrao