Apesar de Ana Pellini, licenciamentos ambientais ainda vão demorar para serem liberados

Rotulada pelos ambientalistas xiitas como “despachadora de licenças”, a nova secretária estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, está se vendo obrigada a admitir que os mais de 12 mil pedidos de licença ambiental que aguardam análise da Fepam, por enquanto, seguirão os trâmites adotados pelo governo anterior e que devem demorar. Mas, no futuro, a Fundação pretende agilizar a emissão dos licenciamentos a partir do zoneamento econômico e ecológico do Estado, que começará a ser realizado neste ano.

Seis consórcios concorrem para fazer o zoneamento do RS, estimado em R$ 3 milhões. O processo de licitação deve estar concluído em dois meses. Já o trabalho deverá levar pelo menos um ano.

3 comentários:

Anônimo disse...

Mulher de Coragem. A agilidade dos Licenciamentos Ambientais é um quesito indispensável para destravar o desenvolvimento e o progresso. Esses atrasos somente espantam investidores, reduzindo a produção no Estado. Quanto a estes Ambientalistas, porque não vão protestar contra o Estado Islâmico, isso sim é barbaridade...

Anônimo disse...

Bom mesmo é quando vendiam licenças ambientais na Fepam. Vendiam?? rsrsrsr. Será que parou?? Acho que não...

Anônimo disse...

Ana Pellini é apenas uma barnabé que pertence ao governo de plantão e age como barnabé com mentalidade de barnabé, esperar algo de diferente é simples atestado de burrice