Policia Rodoviária Federal garante que Força Nacional só será usada no RS em casos de bloqueio total.

Apesar das tropas federais estarem em prontidão, os homens da Força Nacional de Segurança somente atuará no desbloqueio de estradas caso os caminhoneiros promovam bloqueios totais nas rodovias federais do Rio Grande do Sul. Apesar de várias decisões da Justiça determinar a liberação das vias, diversos trechos e rodovias gaúchas continuam bloqueados.

 Os bloqueios de caminhoneiros estão concentrados na região Sul do País. Segundo o último balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), no dia de ontem foi registrado 88 interdições ativas em rodovias federais no Brasil. Destas, 74 nos Estados de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.


3 comentários:

Anônimo disse...

Estou acompanhando um movimento desses e me chama a atenção o seguinte: não existe liderança sobre eles e nem entidades. O que os une é um pensamento comum motivado pela desgraça que está o setor como um todo.Se trabalhar dá prejuízo, se ficar parado também. Se não houver algo forte que os motive a voltar a trabalhar, esse pessoal não vai abandonar a paralisação. Com prejuízo é certo que não voltam. É bom o governo se antenar para isso.

Anônimo disse...

Mentira, não é isto que se viu.

Anônimo disse...

Vão voltar a trabalhar a hora que o dinheiro acabar. Simples assim!