Incluído na Folha do grupo Iochpe, secretário de Tarso, Knijnik, continua devendo explicações

- O governo Tarso Genro, Assembléia e o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas calam diante do mais novo caso de improbidade administrativa. Na posição que ocupa, Knijnik pode beneficiar a empresa para a qual trabalha ou pode prejudicar as empresas concorrentes do grupo Iochpe no RS. 

Logo abaixo o leitor encontrará uma explicação que o secretário do Desenvolvimento do governo Tarso, Mauro Knijnik, mandou ao editor, justificando os serviços remunerados que presta (R$ 12 mil mensais) como conselheiro do grupo Iochpe, que começou suas atividades no RS, mas que hoje tem sede em SP, sem investimentos no Estado.

. A mensagem da secretaria diz o seguinte:

- Desde 2001 o grupo Iochpe não possui empresas no RS.

. O caso foi denunciado pelo editor esta semana.

. O secretário de Tarso viaja todos os meses para SP e participa das treuniões do Conselho de Administração do grupo.

. As leis proíbem este tipo de serviço a empresa privada, justamente devido aos princípios da moralidade pública, já que são evidentes os conflitos de interesse.

. Isto é totalmente incomum.

. No governo anterior, por menos do que isto o vice-governador Feijó sofreu pedido de impeachment, que não prosperou. Outros membros do governo também sofreram recriminações públicas e abriram mão do que recebiam.

. Quanto ao conflito de interesse, este preceito ético não se restringe apenas a investimentos da Ioschpe no RS, mas também aos planos seus concorrentes e parceiros comerciais, onde o Secretário tem acesso a informações estratégicas e confidenciais. Empresas concorrentes ou potenciais concorrentes, clientes e fornecedores que investiram no RS:

- John Deere
- AGCO
- International
- Manitowok
- Stara

Ao meio dia, almoço expresso a R$ 27,50.
A cantina localiza-se nos antigos túneis, repaginados, da Cervejaria Continental, shopping TOTAL, caso único no RS.
À noite, à la carte.
www.famigliafacin.com.br

7 comentários:

Anônimo disse...

GOVERNO "TABAJARA"

"DEVE EXPLICAÇÕES"

MAS NÃO VAI PAGAR

ELE ANDA DE "MÃOZINHA" COM PETRALHAS E OS PETRALHAS NÃO PAGAM O QUE DEVEM (SO PARA LEMBRAR TARSO E OS PROFESSORES)

"DIGA-ME COM QUEM ANDAS E DIR-TE-EI QUEM ES"

SE FOSSE GOV YEDA A LUCI ANA TERIA SURTADO DE VEZ...MAS COM O GOV DO PAPAI TUDO BEM,TUDO EM CASA...VALE TUDO,UM GOVERNO "TABAJARA" COMO SE OBSERVA.

Anônimo disse...

ta criando polemica em algo que não existe. Deve ser por isso que não está dando bola para teu comentário, provavelmente nem leu.

Anônimo disse...

Não é novidade, todo cidadão gaúcho sabe a forma com que os governos petistas tratam das questões relativas aos seus interesses político ideológico: a lei somente para os outros.

Anônimo disse...

Esse Ministério Público e os partidos de oposição no RS são uma vergonha para nós cidadãos gaúchos. Enquanto o MP cala, silencia e compactua com essa afronta a lei, a oposição na AL/RS é totalmente omissa, uma vergonha, ignorando que há poucos anos o PT e seus aliados quase destruíram o governo Ieda, usando dos mesmos argumentos de que agora se utilizam.

NEWTON disse...

Anônimo das 09:32, esse teu pitaco aqui no blog do Políbio, já é prova evidente que ele leu o comentário. Ou tu estas te manifestando como cidadão gaúcho, isento, preocupado apenas com a moralidade da conduta do secretário, a qual tua achas simplesmente muito justa, ao contrário do editor?

Anônimo disse...

O pior é o sobrenome que mostra que por dinheiro fazem tudo no mundo!!!

Anônimo disse...

Pior que esse ai só o Airton Michels que veio para Novo Hamburgo semana passada só para enrolar, saiu xingado e ainda por cima declarou que o maior avanço da segurança na cidade foram obras que não aconteceram, pois estavam mal planejadas..! Tabajara é elogio!