Saiba por que o governo zerou os impostos federais sobre gás de cozinha e diesel

12 comentários:

Anônimo disse...

E sobre a casa de 6 milhões do filho do presidente o editor não falará nada?

Anônimo disse...

A ANP PROIBIU A COMPRA DE COMBUSTÍVEL EM BOMBONAS E OUTROS RECIPIENTES EXTERNOS AO TANQUE. ISSO FACILITA AS FRAUDES NAS BOMBAS.

Anônimo disse...

Editor da revista Piauí questiona Moro sobre mansão de Flavio Bolsonaro: “casa de traficante da Netflix”:

Jornalista Fernando Barros e Silva provocou o ex-bolsonarista Sérgio Moro, perguntando o que ele achou do "casebre do 01". ""Não parece casa de traficante da Netflix? Menino Moro, parabéns! É bom ver que sua luta contra a corrupção gerou tantos frutos", afirmou

2 mar 2021

247 com RBA - O jornalista Fernando Barros e Silva, editor da revista Piauí, questionou nesta terça-feira (2) o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro, Sérgio Moro, sobre a mansão que o senador Flávio Bolsonaro comprou em Brasília por cerca de R$ 6 milhões.

Pelo Twitter, Barros e Silva provocou Moro, perguntando se não parecia "casa de traficante da Netflix" a nova morada do senador acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de liderar uma organização criminosa no caso das rachadinhas.

"Com as devidas escusas, @SF_Moro: o sr. que durante tanto tempo foi agregado de luxo da família, o que achou do novo casebre do 01? Não parece casa de traficante da Netflix? Menino Moro (vou chamá-lo assim), parabéns! É bom ver que sua luta contra a corrupção gerou tantos frutos!", disse o jornalista.

A compra foi confirmada em 2 de fevereiro, no 1º Ofício de Registro de Imóveis do Distrito, de acordo com o Estadão. A mansão de Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República, está localizada no setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, vendida como “a melhor vista de Brasília da suíte master”.

Flávio Bolsonaro é investigado pelo esquema de desvios de recursos dos salários de seus assessores, as “rachadinhas“, quando era deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Na investigação, o filho do presidente é suspeito de realizar a lavagem de dinheiro por meio da venda e compra de imóveis.

A denúncia do MP relata que 12 funcionários fantasmas lotados no gabinete de Flávio na Alerj teriam desviado R$ 6,1 milhões dos cofres públicos. O caso foi revelado após relatório do Coaf apontar movimentação atípica de R$ 1,2 milhão, durante um ano, na conta de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio e amigo de Jair Bolsonaro.

Anônimo disse...

Esse Bozo é hilário! No mesmo dia em que anunciou a isenção para beneficiar a Petrubrais do Mercado e toda a cadeia de distribuição dos combustíveis, a Petrubrais do mercado TACOU mais um mega aumento, ou seja, abocanhou os valores da renúncia fiscal anunciada por Bozo, e, mais uma vez o pobre povo brasileiro paga a conta, agora em dobro: além de abrir mão de arrecadação, terá que pagar mais um ESCORCHANTE aumento na gasolina!! E ninguém tira esse elemento da Presidência!!

Anônimo disse...

No mesmo instante que o BUNDÃO DO BOZO anunciou a renúncia fiscal, a Petrubrais do Mercado ABOCANHOU TUDO através de mais um aumento EXTORSIVO dos combustíveis!! Isso que dá ter um presidente fanfarrão e FRACO!!!

Anônimo disse...

Interessante. Agora a bola está nas mãos do governdores. Hoje a gasolina subiu 10 centavos. Anteriormente o reajuste demorava 1 semana, até acabar o estoque anterior, para subir de preço. Agora anunciou, subiu! Mais um lucrozinho para os postos.

Anônimo disse...

Zerou por 60 dias, isto é piada , alguém vai pagar a conta, e os bancos vão repassar este custo para tarifas , demagogia barata.

Anônimo disse...

Que homem!!!!!
Sou fanático por este homem.
Tudo o que ele faz e/ou diz,pra mim tá certo e correto.
Meu blog está sempre defendendo ele e Rui Irigaray.

Anônimo disse...

Neste país de MERDAS só ditadores é que conseguem ajudar o povo!! Infelizmente, Bolsonaro não é ditador, é um fanfarrão medroso! O POVO precisa de um ditador, daqueles fodas, bem mais radical do que Médice!!!! Só um ditador radical para lidar com filhos da puta verdugos do povo!!!

Anônimo disse...

Covid-19: Brasil registra 1.641 mortes em 24 horas, recorde desde o início da pandemia:

02.03.21 - O Antagonista

O Brasil registrou nas últimas 24 horas 1.641 mortes por Covid-19 —recorde desde o início da pandemia— e 59.925 novos casos, informou o painel do Conass, o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, nesta terça-feira (2).

Em 7 de janeiro, o Conass havia registrado 1.841 mortes, mas esse número incluía o acúmulo de alguns dias em estados que haviam sofrido apagão. Não é o caso agora.

Com o recorde, o número de vítimas fatais da doença no Brasil chegou a 257.361, e o total de casos aumentou para 10.646.926.

PS: Óbitos no RS: 189. Leitos disponíveis: 00

Anônimo disse...

Todo mundo tem seu preço!

Quando Xandão vai bater nesse pseudo blog?

Anônimo disse...

Dilma tambem reduziu impostos.

O fracasso do governo dela passou por aí, entre tantas bobagens que fez.

Bolsonaro faz oposição ao próprio governo.