CPI do BNDES indiciou Pepe Vargas e Mendes Ribeiro Filho

Na foto, Mendes, Marco Maia, prefeito de Erval Seco e Pepe Vargas. A foto é mera ilustração. O prefeito não tem nada a ver com o caso.

O deputado Pepe Vargas e o ex-deputado Mendes Ribeiro Filho (já falecido), ex-ministros do governo Dilma Roussef, PT, foram incluídos entre os denunciados pela CPI do BNDES, que concluiu ontem seu relatório final, acusando Lula e Dilma por  crimes de formação de quadrilha e corrupção passiva. E assim como ex-ministro Guido Mantega e Luciano Coutinho, os dois ex-presidentes também são acusados de gestão fraudulenta de instituição financeira e prevaricação financeira.

O Congresso acha que todos cometeram crimes contra o BNDES.

A lista de indiciamento tem relação com as operações de financiamento de exportações e de apoio às operações da JBS (existem outros pedidos de indiciamento, por outras razões).

Pepe Vargas e Mendes Ribeiro Filho foram indiciados em razão de relevante omissão na condição de membros do Conselho de Ministros da CAMEX, que acabou contribuindo para a prática dos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira e prevaricação financeira.

CLIQUE AQUI para saber mais sobre o caso.

3 comentários:

Extrema-Direita disse...

A corrupção é parte da engrenagem que faz funcionar tudo no Brasil sil sil sil,.... Segundo o Canal Space.

Anônimo disse...

Meteram a mão no BNDES.Bando de quadrilheiros.Por isso que esta quadrilha esperneia quando tem uma privatização.Aí não podem mais roubar.O certo é privatizar tudo.Aí seca a fonte da esquerda ladrona.Todo esquerdista sempre fala em desmonte do estado.Sempre.Mas a jogada é outra.É o desmonte da fonte dos roubos.Petista ama estatal.Tem adoração.deitam e rolam.

Anônimo disse...

Anônimo das 10,44. PALMAS para teu comentário...!!!!!!!!!!!!!!