Preço médio de venda de imóveis residenciais encerrou novembro próximo da estabilidade

A aceleração do crescimento econômico prevista para os próximos trimestres tende a gerar uma recuperação mais evidente dos preços, ainda que com diferenças regionais, explicadas, dentre outros fatores, pelo volume de estoques de imóveis.

O preço médio de venda de imóveis residenciais registrou ligeira elevação de 0,06% na passagem de outubro para novembro, de acordo com a pesquisa divulgada ontem pela Fipe em parceria com a empresa de busca de imóveis Zap, que contempla 20 cidades brasileiras. 

O índice vem se comportando de maneira relativamente estável desde o final do ano passado, com oscilações tanto positivas quanto negativas, mas de baixa magnitude. 

 Do ponto de vista regional, chama a atenção o desempenho dos preços nos municípios de Vitória, São Caetano do Sul e Florianópolis, que vêm registrando trajetória positiva desde o início do ano. Apesar disso, a variação dos preços continua abaixo da inflação no período. A estabilidade no preço dos imóveis reflete que a recuperação da economia, que se dá de forma gradual, tem contribuído para evitar um outro processo de queda de preços. 

Nenhum comentário: