Sartori tenta pela terceira vez acabar com privilégios de 110 servidores cedidos aos sindicatos do RS

A oposição comunista e até deputados independentes e alguns da base aliada aliaram-se às corporações para garantir privilégios que prejudicam o povo.

Pelo terceiro ano o governador José Ivo Sartori tenta limitar os gastos do Estado com servidores cedidos a sindicatos — e, na prática, reduzir o volume de licenças. O custo anual com os cedidos é de R$ 14,7 milhões. 

Como informou o editor em primeira mão, no início deste mês, novo projeto de lei chegou à Assembleia, substituindo uma PEC de parecido teor, dessa vez limitando o número de licenças a um servidor por classe. Os 110 funcionários dispensados hoje para atividade sindical passariam a ser 16 (um por categoria da administração direta relacionada no estudo).

São 0,08% da folha. 

— A questão é: os contribuintes têm mesmo de pagar por servidores emprestados a sindicatos? Qual é a lógica disso? Já passou da hora de mudar as regras — reclama o líder do governo na Assembleia, Gabriel Souza (PMDB).

12 comentários:

Anônimo disse...

A TRAGÉDIA DO POVO GAÚCHO EM FARRAPOS....

QUE VERGONHA...TER DE PAGAR SALARIO E AS DESPESAS DESTE TIPO DE POLITICO BABAQUARA..QUE SÓ SERVE PARA DESTRUIR A VIDA DO CONTRIBUINTE...

Anônimo disse...

Quantos servidores foram cedidos durante os governos do PMDB? Me diz, Sartori. E por falar nisso, alguém tem notícia do Rigotto?!?

Anônimo disse...

Aí está a prova que o Governador nem tudo pode, pois depende da Assembléia que, normalmente, prefere defender os mamadores e prejudicar o povo que paga os impostos.

ATENTO disse...

"QUE SE FAÇA O DESMAME"!

RAZÃO, É HORA CERTA, SE NÃO FIZER AGORA QUE TODO MUNDO J´S ESTÁ BATENDO NO GOVERNO DO POBRE SARTORI, QUE SE "FAÇA O DESMAME!

OU ELE VAI AUMENTAR, POIS OS NOVOS MANDATARIOS VÃO QUERER "ISONOMIA" DE AMAMENTAÇÃO", É A HORA!TERMINA COM O PARASITISMO E EVITA QUE AUMENTE!

Unknown disse...

Trabalhadores que não trabalham!!!

Anônimo disse...

Isso é que nem a reforma da previdência.
Reformem,mas não mexam comigo.Nem no meu.
Mexam no dos outros.

Justiniano disse...

O problema é que os salários do sindicato é bem menor que o do estado. Por isso a gritaria é grande.

Anônimo disse...



Servidores apadrinhados políticos.

Servidor não tem o poder de se auto ceder a sindicatos.

Todas as cedências foram aprovadas pelos ex governadores...

Anônimo disse...

Tem que mudar a regra mesmo, e ainda assim um servidor por nossa conta ainda é caro, as entidades sindicais e outras ditas representantes dos servidores que paguem seus presidentes e diretores com o que arrecadam das contribuições dos sócios."Punto e basta".

Anônimo disse...


Este pessoal é a maioria apadrinhado dos senhores Deputados.

Realmente isto tudo tem que ter autorização do governador, não somente para os sindicatos mas para outras cedências politicas. Nos municípios segue a mesma reza.

Anônimo disse...

Esquece !!
Tem o salário do estado e mais o do sindicato e mais os empréstimos consignadas e mais a participação nos contratos e mais a ajuda de custo de combustível e os honorários e mais e mais e mais ufa !!

Assim fura o teto né !!

Vai voltar a dar expediente na repartição ??

Nem que a vaca tussa !!

Ultra 8 disse...

DEPOIS ELE POE A GANG DELE...